+55 (67) 3546.2571
sexta, 17 de setembro de 2021
quinta, 19 de setembro de 2013 - 14:20

Abate de bovinos chega a 8,5 milhões de cabeças e atinge recorde histórico no segundo trimestre

O Instituto Brasileito de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta, dia 19, as estatísticas de abate de animais do país no segundo trimestre deste ano. O registro de bovinos abatidos atingiu novo recorde, com 8,5 milhões de cabeças, um aumento de 5,3% em relação ao trimestre anterior e de 11,7% frente ao segundo trimestre de 2012. A produção de carcaças de bovinos também alcançou nova marca histórica, de 2 milhões de toneladas, com aumentos de 6,1% em relação ao primeiro trimestre deste ano e de 11,7% frente ao segundo trimestre de 2012.

O abate de frangos totalizou 1,4 bilhão de cabeças, apresentando aumento de 8,3% em relação ao trimestre anterior e de 13,2% em relação ao segundo trimestre de 2012. Já o abate de suínos cresceu 0,7% em relação ao primeiro trimestre de 2013, atingindo 8,9 milhões de cabeças. Em comparação ao segundo trimestre de 2012, o aumento foi de 1,6%.

A aquisição de leite cru foi de 5,3 bilhões de litros, aumento de 2% em relação ao segundo trimestre de 2012 e queda de 6% na comparação com o trimestre anterior. A produção de ovos de galinha foi de 682 milhões de dúzias, com aumento de 1,3% sobre o segundo trimestre de 2012 e de 2,4% sobre o primeiro trimestre deste ano.

Participação regional

Todas as grandes regiões apresentaram aumento da quantidade de bovinos abatidos, no comparativo do segundo trimestre de 2013 com o mesmo período do ano anterior: 17% no Sudeste; 14% no Centro-Oeste; 10% no Norte; 6,2% no Nordeste; e 2,3% no Sul. O desempenho superior da pecuária bovina no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2012 foi impulsionado pelo aumento do abate de bovinos em 20 Estados, com destaque para Mato Grosso (16,3%), Goiás (26,3%) e Minas Gerais (29,6%). No ranking do abate, lideram Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Quanto ao abate de frangos, na relação entre o segundo trimestre deste ano e o segundo de 2012, houve aumento da participação da região Sul, em âmbito nacional, de 57,8% para 61,5%. O Paraná registrou crescimento de 10,3% no volume de abate e permanece como principal Estado no ranking brasileiro. O Sudeste foi a segunda região brasileira em importância no volume abatido e teve sua participação de 22,8% reduzida para 19,6%. Entre os 11 principais Estados no ranking, São Paulo foi o único a reduzir o volume de frangos abatidos, abatendo 11,4% a menos.

Na mesma base comparativa, a região Sul também respondeu por 64,8% do abate nacional de suínos no segundo trimestre de 2013, seguida pelas regiões Sudeste (18,7%), Centro-Oeste (15,1%), Nordeste (1,3%) e Norte (0,1%). O Sudeste apresentou crescimento na sua participação (+1,2%), com aumento de abate de suínos em todos os Estados, sobretudo Minas Gerais, que abateu 11,4% a mais O Rio Grande do Sul aumentou o abate de suínos em 12,5% e passou a liderar o ranking nacional, já que Santa Catarina registrou queda de 12,3%.

A pesquisa do IBGE indica que 40,9% de todo o leite foi adquirido pelas indústrias localizadas no Sudeste do país e 34,2% pelas indústrias do Sul. Minas Gerais adquiriu 26,6% de todo o leite nacional no segundo trimestre de 2013, aumentando sua participação frente ao mesmo período de 2012 em 24,8%.

A aquisição de couro registrou aumento de 8,5% sobre o segundo trimestre de 2012, com 9,7 milhões de unidades, representando um crescimento de 8,5% e de 6,6% em relação ao primeiro trimestre de 2013. Do total do couro total adquirido, 63,1% vinham de matadouros frigoríficos. Entre os Estados, houve registro de aumento no Paraná (24,3%), em Minas Gerais (28,5%), em Tocantins (43,3%) e em Santa Catarina (18,5%). Rondônia teve redução de 25,5% nas compras de couro.

A produção de ovos no trimestre cresceu 2,4% em relação ao trimestre anterior, alcançado 682 milhões de dúzias, representando aumento de 1,3% sobre o segundo trimestre de 2012. Em termos de participação regional, 47,7% da produção de ovos de galinha está localizada no Sudeste; 22,1% no Sul; 13,9% no Centro-Oeste; 13,6% no Nordeste e 2,6% na região Norte.
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
19min38max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
22min35max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
20min36max
DouradosDia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens.
20min38max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.