+55 (67) 3546.2571
quinta, 29 de julho de 2021
terça, 30 de outubro de 2012 - 09:50

Cana é a produção que mais cresce em MS

A cana-de-açúcar é o produto agrícola que mais cresceu sua produção no Mato Grosso do Sul em sete anos, se comparado à soja e o milho. O cenário é confirmado na pesquisa PAM (Produção Agrícola Municipal) 2011; divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Para os usineiros, os números são resultado duma instalação concentrada de novas indústrias sucroalcooleiras nesse período.

Conforme o instituto, em 2005 a produção de cana em MS era de 9,5 milhões de toneladas. Em 2011 passou para 34,8 milhões, apresentando uma alta de 266,5%. Segundo o presidente da Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), Roberto Hollanda, a alta se deve ao crescimento na instalação de novas unidades.
“Tivemos várias novas usinas se instalando a partir de 2005, antes o setor era relativamente mais discreto no cenário nacional, e foi exatamente a instalação das novas unidades responsáveis por esse crescimento”, esclareceu o presidente.
Segundo a Biosul, na safra 2005/2006 eram 10 indústrias sucroalcooleiras instaladas em MS (uma delas foi desativada), enquanto hoje são 22 unidades, ou seja, houve um aumento concentrado de 13 indústrias em sete anos. A projeção é de permanecer crescendo, já que duas novas usinas estão em fase de testes, começam a operar este ano, com moagem a partir da safra do ano que vem.

SOJA E MILHO
O crescimento da produção de cana é muito superior ao atingido pela soja e o milho, as culturas agrícolas mais tradicionais de MS. Ainda assim, o milho teve alta expressiva em sete anos crescendo 180,8% sua produção, passando de 1,2 milhões para 3,6 milhões de toneladas. Já a soja foi mais tímida com alta de 36,6% no período, em números absolutos somou 3,7 milhões de toneladas em 2005, atingindo 5 milhões de toneladas em 2011.
“Com exceção da pecuária, todos os outros agronegócios de Mato Grosso do Sul tiveram crescimento bom. A oferta de terras no Estado é muito grande, mais de 9 milhões de pastagens degradadas. Isso mostra que nossa cultura [cana] não chegou para competir e sim para complementar; consegue crescer, principalmente nas áreas degradadas, sem que as outras diminuam”, acredita o presidente da Biosul.
A cana de MS corresponde a 4,8% da produção nacional sendo o 5º Estado que mais produz, atrás do Paraná (6,1%), Goiás (7,5%), Minas Gerais (8,2%) e São Paulo (58,2%), segundo o IBGE. Já no ranking do milho, MS aparece como o 7º maior produtor e no da soja como o 5º, imediatamente atrás de Goiás, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso – o maior produtor da oleaginosa.
O município de Rio Brilhante caiu uma posição no ranking nacional de produtores de cana-de-açúcar, saindo da 2ª para a 3ª posição como o maior produtor. Ainda assim, tem a produção mais expressiva do Estado. Seguido dele aparece Nova Alvorada, que está na 26ª posição. Já no caso dos grãos, o maior produtor de MS é Maracaju, sendo o 14ª que mais produz soja e o 5º que mais produz milho no país.

Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
3min20max
AnaurilândiaDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min16max
Campo GrandeDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min16max
DouradosDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min20max
Três LagoasDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.