+55 (67) 3546.2571
terça, 13 de abril de 2021
terça, 30 de outubro de 2012 - 09:50

Cana é a produção que mais cresce em MS

A cana-de-açúcar é o produto agrícola que mais cresceu sua produção no Mato Grosso do Sul em sete anos, se comparado à soja e o milho. O cenário é confirmado na pesquisa PAM (Produção Agrícola Municipal) 2011; divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Para os usineiros, os números são resultado duma instalação concentrada de novas indústrias sucroalcooleiras nesse período.

Conforme o instituto, em 2005 a produção de cana em MS era de 9,5 milhões de toneladas. Em 2011 passou para 34,8 milhões, apresentando uma alta de 266,5%. Segundo o presidente da Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), Roberto Hollanda, a alta se deve ao crescimento na instalação de novas unidades.
“Tivemos várias novas usinas se instalando a partir de 2005, antes o setor era relativamente mais discreto no cenário nacional, e foi exatamente a instalação das novas unidades responsáveis por esse crescimento”, esclareceu o presidente.
Segundo a Biosul, na safra 2005/2006 eram 10 indústrias sucroalcooleiras instaladas em MS (uma delas foi desativada), enquanto hoje são 22 unidades, ou seja, houve um aumento concentrado de 13 indústrias em sete anos. A projeção é de permanecer crescendo, já que duas novas usinas estão em fase de testes, começam a operar este ano, com moagem a partir da safra do ano que vem.

SOJA E MILHO
O crescimento da produção de cana é muito superior ao atingido pela soja e o milho, as culturas agrícolas mais tradicionais de MS. Ainda assim, o milho teve alta expressiva em sete anos crescendo 180,8% sua produção, passando de 1,2 milhões para 3,6 milhões de toneladas. Já a soja foi mais tímida com alta de 36,6% no período, em números absolutos somou 3,7 milhões de toneladas em 2005, atingindo 5 milhões de toneladas em 2011.
“Com exceção da pecuária, todos os outros agronegócios de Mato Grosso do Sul tiveram crescimento bom. A oferta de terras no Estado é muito grande, mais de 9 milhões de pastagens degradadas. Isso mostra que nossa cultura [cana] não chegou para competir e sim para complementar; consegue crescer, principalmente nas áreas degradadas, sem que as outras diminuam”, acredita o presidente da Biosul.
A cana de MS corresponde a 4,8% da produção nacional sendo o 5º Estado que mais produz, atrás do Paraná (6,1%), Goiás (7,5%), Minas Gerais (8,2%) e São Paulo (58,2%), segundo o IBGE. Já no ranking do milho, MS aparece como o 7º maior produtor e no da soja como o 5º, imediatamente atrás de Goiás, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso – o maior produtor da oleaginosa.
O município de Rio Brilhante caiu uma posição no ranking nacional de produtores de cana-de-açúcar, saindo da 2ª para a 3ª posição como o maior produtor. Ainda assim, tem a produção mais expressiva do Estado. Seguido dele aparece Nova Alvorada, que está na 26ª posição. Já no caso dos grãos, o maior produtor de MS é Maracaju, sendo o 14ª que mais produz soja e o 5º que mais produz milho no país.

Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
23min32max
AnaurilândiaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min33max
Campo GrandeSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
22min32max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
24min32max
Três LagoasSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.