+55 (67) 3546.2571
quinta, 29 de julho de 2021
quinta, 8 de novembro de 2012 - 13:20

Criadores de gado reclamam da alta no preço da vacina contra aftosa

Novembro é mês de vacinação contra a febre aftosa na maioria dos estados brasileiros. Em Minas Gerais, os criadores levaram um susto na hora de comprar as doses. O preço subiu muito em relação à primeira etapa da campanha, realizada em maio.

Quando recebeu a carta do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) autorizando a compra das vacinas contra aftosa o criador Joaquim de Souza foi à loja da Cooperativa Agropecuária de Patos de Minas (Coopatos) para comprar o produto, mas o preço do remédio assustou o produtor.

De acordo com o vice-presidente da cooperativa, houve aumento de 56% em relação à primeira etapa da campanha, realizada em maio. O valor passou de R$ 0,87 para R$ 1,20. Ele explicou que agora a quantidade de animais a ser imunizados é menor e que também há menos laboratórios oferecendo o produto.

“A gente atribui esse aumento principalmente ao fato de dois laboratórios terem parado a produção no segundo semestre em função de maiores exigências de biossegurança do Ministério da Agricultura. Com a menor oferta do produto no mercado, os preços subiram”, explica Ricardo Cézar Machado, vice-presidente da Coopatos.

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa dura todo o mês de novembro. Nessa etapa é obrigatória a vacinação apenas em animais com até 24 meses de vida. Em Minas Gerais, o rebanha nessa faixa de idade é de aproximadamente 9,5 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos.

O gado de leite do produtor Marconi Barros, também de Patos de Minas, é todo jovem. As cem vacas estão na faixa de idade obrigada a vacinar. Ele já começou o trabalho e sentiu no bolso a alta no preço da vacina. “Vou gastar agora R$ 120s. Na campanha passada gastei R$ 85”, compara.

O aumento nos preços também foi registrado em São Paulo, Goiás e Paraná. Segundo o Ministério da Agricultura, o preço da vacina não tem relação com a falta de oferta do produto. Mesmo com a paralisação de dois dos seis laboratórios fabricantes, a quantidade de doses disponível no mercado supera as necessidades para essa campanha. O sindicato que representa a indústria produtora de vacinas disse que não comentará os motivos que levaram ao aumento nos preços.


Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
3min20max
AnaurilândiaDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min16max
Campo GrandeDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min16max
DouradosDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min20max
Três LagoasDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.