+55 (67) 3546.2571
domingo, 26 de setembro de 2021
quarta, 11 de setembro de 2013 - 10:35

Inadimplência do consumidor registra a terceira queda mensal consecutiva

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor continua perdendo o fôlego. Em agosto deste ano, na comparação com o mês anterior, o índice registrou queda de 5,5%. É o terceiro recuo mensal consecutivo e a menor variação para um mês de agosto desde 2004. Na relação anual – agosto deste ano contra o mesmo mês do ano passado – o indicador também caiu 10,0%. No acumulado de janeiro a agosto de 2013, na comparação com o mesmo período do ano anterior, o índice desacelerou e apresentou alta de 2,2%. Nos primeiros sete meses do ano, o indicador havia registrado crescimento de 4,0%.

Segundo os economistas da Serasa Experian, a queda da inadimplência do consumidor em agosto, a exemplo do que ocorreu também nos meses anteriores (julho e junho), decorre de um posicionamento mais cauteloso do consumidor face à aquisição de novas dívidas/financiamentos, tendo em vista o aumento dos juros e as incertezas do cenário econômico trazidas pela alta do dólar. Da mesma forma, tem também contribuído para a queda da inadimplência o maior interesse do consumidor pela renegociação das dívidas em atraso.

A inadimplência com os bancos apresentou queda de 5,4% e contribuição negativa de 2,5 p.p. As dívidas não bancárias (junto aos cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica, água etc.) e os cheques sem fundos também tiveram queda de 4,4% e 13,4%, com contribuições negativas de 1,9 p.p. e 1,0 p.p., respectivamente. Já os títulos protestados cresceram 2,1% e tiveram contribuição nula no indicador de agosto de 2013.

Veja tabela abaixo:

Decomposição do Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor

Agosto 2013 X Julho 2013

Dívidas não bancárias
Bancos
Protestos
Cheques
Total

Variação (%)
-4,4
-5,4
2,1
-13,4
-5,5

Peso (%)
43,8
47,0
1,3
7,8
100

Contribuição (p.p.)
-1,9
-2,5
0,0
-1,0
-5,5


Fonte: Serasa Experian



Valor médio das dívidas não bancárias e títulos protestados cai em agosto

O valor médio da inadimplência não bancária e dos títulos protestados apresentou queda de 5,9% e 4,1%, respectivamente, de janeiro a agosto de 2013, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já as dívidas com os bancos e cheques sem fundos registraram alta de 3,7% e 9,9%, respectivamente.

Veja tabela abaixo:

Modalidades de Inadimplência
Valor médio das dívidas Jan a Ago 2012
Valor médio das dívidas Jan a Ago 2013
Variação (%)

Dívidas não bancárias
R$ 341,72
R$ 321,50
-5,9%

Títulos protestados
R$ 1.442,74
R$ 1.382,87
-4,1%

Dívidas com os bancos
R$ 1.298,18
R$ 1.346,05
3,7%

Cheques sem fundos
R$ 1.486,95
R$ 1.634,08
9,9%


Fonte: Serasa Experian

0
inShare.0Email
Imprimir

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
20min35max
AnaurilândiaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
22min34max
Campo GrandeSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
19min36max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min35max
Três LagoasSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.