+55 (67) 3546.2571
quinta, 04 de maro de 2021
bataguassu
bataguassu
quinta, 14 de março de 2013 - 17:00

Ação da PF localiza 12 alvos em MS, envolvidos em fraudes do INSS e apreende quase 10 veículos

Em quatro horas de Operação Lavoro a Polícia Federal (PF) prendeu 12 alvos previstos pela justiça de Mato Grosso do Sul e que estavam envolvidos em fraudes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A mega ação contra os crimes previdenciários começou às 6h desta quinta-feira (14) e percorreu quatro cidades de Mato Grosso do Sul e uma no Estado do Paraná.

Como o processo se concentra na região de Naviraí, cidade localizada à 359 quilômetros de Campo Grande, todos as pessoas localizadas pelos policiais estão sendo levadas para a sede da PF de Naviraí para prestar depoimento.

Os agentes da PF conseguiram apreender R$ 17 mil em dinheiro e localizaram pelo menos 15 carros, 4 motos, uma espingarda calibre 36 e dois barcos.

A assessoria de imprensa da Polícia Federal informou ao MS Record.com.br que em Campo Grande foi feito apenas uma prisão. Mas que na cidade de Naviraí foram mais de 5 prisões durante a manhã de hoje.

As interceptações nas cidade de Jutí e Itaquiraí não foram divulgados pela PF. Um total de 140 policiais federais trabalharam na Operação Lavoro, para cumprir os mandados de prisões temporárias e os de busca e apreensão.

No Paraná a operação também foi desencadeada na cidade do interior, Umuarama. Os alvos da mega ação da PF foram escritórios de advogados, funcionários públicos do INSS de Naviraí, Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, também de Naviraí e de outras duas cidades: Juti e Itaquiraí.

A PF também interceptou agenciadores e uma financeira, todos envolvidos na concessão de benefícios previdenciários fraudulentos. De acordo com a PF, os investigados cobravam em média R$ 5 mil pela permissão de cada benefício fraudulento.

Uma das principais irregularidades encontradas foram em aposentadorias rurais para pessoas que nunca trabalharam no campo ou não possuíam o tempo necessário para receber este benefício.

O processo fraudulento se concentra em Naviraí. A justiça da cidade alerta que os envolvidos foram proibidos pela justiça de patrocinar casos perante o INSS e tiveram os bens sequestrados. Até agora dois funcionários do INSS foram afastados de suas funções. (Com informações de Kharina Prado, MS Record)

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
22min31max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
22min32max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
22min33max
DouradosSol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
23min31max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.