+55 (67) 3546.2571
terça, 13 de abril de 2021
sexta, 9 de novembro de 2012 - 17:10

Bombeiros conhecem sistemas de Segurança da Fibria

Buscar conhecimento e troca de experiências no atendimento a ocorrências com acidentes químicos e procedimentos de segurança. Este foi o objetivo principal da visita dos militares do 5º Grupamento de Bombeiros (GB) de Três Lagoas à Fibria, nos dias 31 de outubro e 06 de novembro.

O encontro foi uma solicitação do Comando do 5º GB à área de Higiene, Segurança e Medicina do Trabalho (HSMT) da Fibria. Nas duas ocasiões, os bombeiros assistiram a uma apresentação do processo de fabricação da celulose e também conheceram toda a fábrica, bem como os procedimentos de segurança da empresa na rotina de trabalho e em casos de emergência.

Para o Gerente-geral da Fibria, Renato Ottoni, que recepcionou o grupo de bombeiros, a visita é uma oportunidade de estreitar relações e trocar experiências. “Para a empresa é importante ter essa base de treinamento, pois se precisarmos de apoio e suporte os bombeiros terão conhecimento de como a fábrica funciona. Também é fundamental aprendermos com a experiência desses profissionais. Buscamos manter essas parcerias com os órgãos públicos com o intuito de promover a segurança para a comunidade e preservar a vida”, avaliou Renato.

O Subcomandante do 5º GB, Major André Delai Rufato, ressaltou a importância da visita à fábrica para o desempenho do trabalho dos militares em casos de emergência. “Queremos contribuir com a segurança na fábrica e isso reflete na comunidade. Não há como prestarmos atendimento a uma ocorrência de acidente químico, por exemplo, se não soubermos como a fábrica funciona, onde estão os pontos de encontro, quais são os procedimentos adotados pela empresa. Todo conhecimento adquirido reflete em bons resultados para nosso trabalho”, destacou Rufato.

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,25 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis localizados nos Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, a Fibria trabalha com uma base florestal total de 958 mil hectares, dos quais 336 mil são destinados à conservação ambiental. Em outubro de 2012, a companhia firmou aliança estratégia com a norte-americana Ensyn para investir no segmento de combustíveis renováveis a partir de madeira e biomassa.

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
23min32max
AnaurilândiaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min33max
Campo GrandeSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
22min32max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
24min32max
Três LagoasSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.