+55 (67) 3546.2571
domingo, 13 de junho de 2021
sexta, 9 de novembro de 2012 - 13:30

Brasil precisará de 1.060 novas aeronaves nos próximos 20 anos

O Brasil vai precisar de 1.060 novas aeronaves entre 2012 e 2031 para atender a demanda de linhas aéreas nacionais e estrangeiras, segundo o relatório Global Market Forecast (GMF), da Airbus. O custo atual de compra das aeronaves -- 700 modelos de corredor único, 310 de corredor duplo e 50 de grande porte-- é estimado em US$ 160,7 bilhões.

MERCADO

De acordo com o relatório, o tráfego aéreo internacional cresceu 34% desde 2009. Já o Brasil é um dos principais destinos de turismo internacional e uma das 10 maiores áreas metropolitanas do mundo. Cerca de um terço do tráfego de longo curso para a América Latina chega ou transita pelo País --que tem Rio de Janeiro e São Paulo como os principais pontos de entrada da região.

BRASIL

Desde 2006, o mercado de tráfego aéreo doméstico brasileiro dobrou. O Brasil já é o quarto maior mercado mundial, ficando atrás de Estados Unidos, China e Japão.

AMÉRICA LATINA
De acordo com o GMF da Airbus, ao longo dos próximos 20 anos, as linhas aéreas que operam na América Latina vão demandar 2.100 novas aeronaves, sendo 1.660 de corredor único, 420 de corredor duplo e 40 de grande porte. O custo total é de US$ 242 bilhões. Em todo o mundo, cerca de 28.200 novas aeronaves no valor de US$ 4 trilhões serão necessárias para satisfazer a robusta demanda do mercado futuro.

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
12min28max
AnaurilândiaSol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.
11min25max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
10min24max
DouradosSol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.
13min28max
Três LagoasSol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.