+55 (67) 3546.2571
segunda, 17 de maio de 2021
quarta, 6 de junho de 2018 - 15:00

Caixa autoriza R$ 11,5 milhões para Belas Artes e centros esportivos

Verba será liberada por meio do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento)

A prefeitura de Campo Grande conseguiu a liberação dos R$ 11,5 milhões com a Caixa Econômica Federal para obras do Centro de Belas Artes, prédio no bairro Cabreúva, região oeste da Capital, que começou a ser construído a mais de 20 anos.

Parte deste recurso também vai para dois centros poliesportivos no Parque do Sol e Noroeste. O dinheiro será liberado por meio do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), segundo o município.

Na sexta-feira (dia 1), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) se reuniu com o superintendente da Caixa Econômica, em MS, Evandro Narciso, e com o secretário de Governo da Presidência da República, Carlos Marun. Conforme o município, ele foi responsável pela interlocução com o banco, em Brasília.

Agora, o projeto será encaminhado para o conselho diretor da Caixa para liberação do dinheiro. Depois, o Executivo municipal vai buscar parceria com empresas privadas.

No caso do Belas Artes, a prefeitura necessita de R$ 6 milhões que ajudarão a completar os 10% de investimentos necessários por contrato para não ter que devolver o todo o dinheiro previsto no acordo para a obra, firmado junto ao Ministério do Turismo, de mais de R$ 20 milhões (corrigidos). O restante do recurso será destinado para os dois centros.

Obra – A conversão do prédio que seria rodoviária para o Belas Artes foi orçada inicialmente em R$ 35 milhões. Do Ministério do Turismo, o prefeito da época, Nelson Trad Filho (PTB), conseguiu R$ 8,3 milhões – valor que foi repassado em duas parcelas, em 2008 e em 2010. Mas, a prefeitura estima que já foram gastos na obras cerca de R$ 10 milhões.

A obra tem cerca de R$ 8 milhões frutos de dois convênios federais, mas que busca mais recursos. Do dinheiro que já foi investido até agora, R$ 6 milhões são verbas federais e R$ 1,5 milhão do município. Dos 14 mil metros quadrados, somente 2 mil foram requalificados.

O projeto elaborado em 2007 e que começou a ser executado em 2008 para transformar a construção, iniciada 15 anos antes, que seria a rodoviária de Campo Grande, em um Centro de Belas Artes.

A obra foi abandonada há cinco anos. No final do ano passado, a prefeitura conseguiu aprovar na Câmara Municipal, uma lei que autorizava o empréstimo de R$ 11,5 milhões junto a Caixa Econômica Federal para a execução.



Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
16min32max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min29max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
17min28max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
17min32max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.