+55 (67) 3546.2571
sbado, 23 de janeiro de 2021
bataguassu
bataguassu
quinta, 1 de novembro de 2012 - 16:45

Com 170 casos, Estado combate o câncer de boca

O Inca (Instituto Nacional do Câncer) prevê que Mato Grosso do Sul deve encerrar 2012 totalizando a descoberta de, pelo menos, 170 novos casos de câncer de boca – 130 em homens e 40 em mulheres. Este tipo da doença está entre os oito com maior incidência no Estado. Para incentivar que a população agregue à sua rotina a prática de fazer o autoexame como método preventivo, teve início ontem em Dourados a Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal.

Os dentistas lembram que o maior entrave no tratamento contra o câncer de boca é a descoberta tardia da doença. “A maioria já chega ao consultório com a lesão avançada”, explica a presidente da ACDGD (Associação dos Cirurgiões Dentistas da Grande Dourados), Sandra Araújo de Oliveira.
Conforme os profissionais, isso acontece porque muitos, além de não frequentarem regularmente um dentista, desconhecem ou não tem o costume de fazer o autoexame. Ele consiste em verificar todas as regiões da boca, como lábios, bochechas, língua (inclusive nas bordas e em baixo), gengivas, ‘céu da boca’ e tonsila (amígdala).
A doença aparece geralmente como uma ferida que no início não dói e cresce continuamente. Ela ainda pode se apresentar como alteração de cor (manchas brancas, vermelhas ou pretas) e aumento de volume (caroços). “Se detectado precocemente, o câncer de boca tem quase 100% de chance de cura”, explica o delegado regional do CRO (Conselho Regional de Odontologia), Carlos Eduardo Ito.
Tem mais chances de ter a doença, aqueles que possuem próteses dentárias mal adaptadas, mordem as bochechas e tem dentes que machucam os tecidos. Além disso, o uso de cigarro aumenta a pré-disposição.

CAMPANHA
Em Dourados, para lembrar os métodos e a importância da prevenção teve início uma campanha de combate à doença. Nela, dentistas passaram o dia na Praça Antônio João fazendo o exame local e ensinando sobre como fazer o autoexame. Naquelas pessoas em que foram encontrados sintomas, houve o encaminhamento para o CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) do município.
“Este foi só o início da campanha. Ela agora continua nas unidades de saúde, onde as agentes vão entregar materiais informativos e orientar sobre o autoexame”, explicou o gerente do Núcleo de Saúde Bucal da prefeitura, Sérgio Ramos.
Ele ainda explica que o caminho para aquele que perceber algum dos sintomas é procurar um posto de saúde mais próximo de casa, para agendar uma avaliação. No caso daqueles que preferem o sistema particular, podem procurar diretamente um dentista.
Segundo o CRO, a maioria dos municípios do conesul de MS tem um sistema público de saúde com contingente de profissionais suficientes para fazer o diagnóstico e encaminhamento, quando detectada a doença. No entanto, o tratamento oncológico é concentrado em Dourados.
A Semana Estadual de Prevenção ao Câncer Bucal é instituída em MS pela lei nº 4.042, de 8 de junho de 2011. Com base em dados do Inca, a Gerência de Registro em Câncer do Estado avalia como baixa a incidência de mortes pela doença em MS. Nos últimos três anos, apenas uma morte foi registrada em 2010.
Veja Também
Comentários
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
23min31max
AnaurilândiaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min30max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
21min30max
DouradosSol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
24min31max
Três LagoasSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.