+55 (67) 3546.2571
terça, 21 de maio de 2019
TRES LAGOAS
bataguassu
segunda, 11 de março de 2019 - 13:50

Comerciante é preso após fotografar e filmar vítima de acidente com morte

Ele acabou preso em flagrante e só será liberado após pagar fiança no valor de R$ 5 mil, arbitrada pela autoridade policial

Comerciante de 50 anos, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi preso em flagrante por desobediência, desacatado, por fotografar e filmar vítima de acidente com morte. O caso aconteceu na noite de sábado (9), na Avenida Eloy Chaves, em Três Lagoas, distante 338 quilômetros de Campo Grande.

 

 

Segundo a Polícia Civil, o homem ultrapassou a faixa de isolamento e passou a fotografar e a filmar o corpo de Miguel José Duarte Neto, 19 anos, morto em acidente envolvendo moto e carro. O comerciante foi advertido pelos policiais, mas se negou a apagar as imagens que havia feito.

Se passando por funcionário público, o comerciante disse à delegada Patrícia Abranches, que acompanhava a ocorrência, que ela não tinha autoridade para determinar que ele saísse do local e, por isso chamaria alguns “delegados” conhecidos. Ele acabou preso em flagrante e só será liberado após pagar fiança no valor de R$ 5 mil, arbitrada pela autoridade policial. Vilipendiar cadáver é crime com pena de um a três anos de prisão e multa. Vilipêndio pode ser praticado por diversos modos como, por exemplo, praticar atos sexuais, fazer foto ou filmagem do cadáver e divulgar. 

Acidente - Miguel pilotava uma motocicleta, quando segundo testemunhas, ao tentar ultrapassar pela direita, colidiu na lateral dianteira de carro conduzido por uma mulher de 40 anos. Ela manobrava o veículo para entrar na garagem de casa. A pancada foi tão forte, que Miguel sofreu lesão grave no pescoço. Ele chegou a ser atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu.

 
 
 


Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários
Netshoes Temporário