+55 (67) 3546.2571
quinta, 23 de setembro de 2021
terça, 3 de setembro de 2013 - 16:05

Confira o Legislativo de Campo Grande

Vereadores votam na terça-feira dois Projetos e um Veto do Executivo 

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande votam dois Projetos e um Veto Parcial do Executivo durante a sessão ordinária desta terça-feira (3).

Em única discussão e votação será votado o Veto Parcial do Executivo ao Projeto de Lei n° 7.359/13, o qual institui a festividade denominada Bon Odori no calendário oficial de festividades do aniversário de Campo Grande. A proposta vetada é de autoria o vereador Engenheiro Edson.

Ainda em única discussão e votação será votado o Projeto de Lei n° 7.474/13, de autoria do Poder Executivo, que altera para Conselho Municipal de Apoio aos Direitos da Pessoa com Deficiência - COMPD, a denominação do Conselho Municipal de Apoio à Pessoa portadora de Deficiência.

Por fim, também em turno único de discussão e votação será votado o Projeto de Lei Complementar n° 348/13, de autoria do vereador Edil Albuquerque, que dispõe sobre a criação e instalação da Feira de Antiguidades no município de Campo Grande e dá outras providências.

A sessão contará ainda com a participação do secretário executivo do Conselho Municipal da Juventude, Gildo de Souza Teixeira, que fará uso da Tribuna para discorrer sobre temas inerentes à juventude. O convite foi feito pelo vereador Mario Cesar.

Serviço – A sessão ordinária de terça-feira (3) será realizada a partir das 9 horas, no Plenário Oliva Enciso, na sede da Casa de Leis, localizada na Avenida Ricardo Brandão, n° 1.600, bairro Jatiuka Park. 

Em noite de homenagens, Vereador Coringa presenteia dois ilustres representantes da comunidade portuguesa com honraria

Na noite da ultima sexta-feira (30) a Câmara Municipal realizou uma solenidade onde representantes da comunidade portuguesa em Campo Grande foram homenageados.

O vereador Coringa homenageou dois ilustres representantes, que muito contribuem para o desenvolvimento de nossa Capital.

Fábio Marcelo Sobreira Rodrigues de Sousa foi o primeiro a ser homenageado pelo vereador, na ocasião ele foi representado pelo Srº Afonso Tadeu Candido de Barros. O Segundo homenageado foi o Srº Alberto de Souza Leal, que se mostrou muito feliz por ter sido presenteado com a honraria, “é muito bom receber o reconhecimento e poder representar a comunidade nesse dia tão especial” disse ele.
Conforme dados do Consulado de Portugal, aproximadamente 2,5 mil portugueses moram em Mato Grosso do Sul. Destes, 2 mil residem na Capital. Foram homenageadas diversas personalidades portuguesas ou descendentes, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à sociedade campo-grandense.

Bairro Jardim das Hortênsias recebe Sessão Comunitária nesta quarta-feira

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande realizam nesta quarta-feira (4), às 9 horas, mais uma edição da Sessão Comunitária, que nesta ocasião será levada ao Bairro Jardim das Hortênsias.

A 12ª Sessão Comunitária será realizada na Escola Municipal “Irene Szukala”, onde os moradores e estudantes terão a oportunidade de apresentar suas sugestões e reivindicações.

Os vereadores convidam todos os moradores da região para participarem da Sessão Comunitária. Todas as reivindicações apresentadas serão transformadas em indicações, projetos, requerimentos e ofícios a serem encaminhados, em nome dos 29 vereadores, ao Poder Executivo para que sejam devidamente atendidas.

Serviço – A Sessão Comunitária será realizada a partir das 09 horas, na Escola Municipal “Irene Szukala”, localizada na Rua Iemanjá, s/n°, no bairro Jardim das Hortênsias. 

Dois Projetos serão votados na sessão de quinta-feira

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande votam dois Projetos de Lei na sessão ordinária desta quinta-feira (5).

Em única discussão e votação será votado o Projeto de Resolução n° 232/13, de autoria do vereador Carlão e subscrito pelos vereadores Flávio César, Mario Cesar, Delei Pinheiro, Airton Saraiva e Paulo Pedra, que institui o vale alimentação aos servidores da Câmara Municipal de Campo Grande e dá outras providências.

Em segunda discussão e votação será votado o Projeto de Lei 7.352/13 (substitutivo ao Projeto de Lei n° 7.337/13), dispõe sobre a obrigatoriedade de instalação de bicicletários e adaptação de chuveiros e vestiários em prédios públicos. A proposta é de autoria dos vereadores Eduardo Romero e Alex do PT.

Serviço – A sessão ordinária de quinta-feira (5) será realizada a partir das 09 horas, no Plenário Oliva Enciso, na sede da Casa de Leis, localizada na Avenida Ricardo Brandão, n° 1.600, bairro Jatiuka Park. 


Edil Albuquerque homenageia personalidades portuguesas com atuação no setor empresarial da Capital

Na última sexta-feira (30), a Câmara Municipal realizou no Clube Estoril uma sessão solene para homenagear o Dia da Comunidade Portuguesa. A comemoração realizada por meio da Lei nº 1.115/10, do vereador Paulo Siufi tem objetivo de reconhecer a participação ativa de cidadãos portugueses e seus descendentes no município de Campo Grande.

O vereador Edil Albuquerque destacou que a atuação da comunidade portuguesa foi muito importante para o desenvolvimento da Capital, já que as famílias aqui estabelecidas atuam em importantes setores da economia local. “Hoje é um dia de festa para nós e nossos irmãos portugueses, já que é uma oportunidade de destacarmos a contribuição de cada família que construiu aqui uma história de vida, auxiliando na contribuição e desenvolvimento de nossa cidade”, ressaltou.

O cônsul de Portugal em Campo Grande, Fernando Santos Gonçalves reforçou que quando a comunidade portuguesa veio para cá, procurava por algo que o Brasil ofereceu e nada mais justo do que retribuir o acolhimento. “Nossa gente chegou aqui em busca de condições melhores de vida e conseguiram se firmar. Então nada mais justo do que retribuirmos e agradecermos aos vereadores por propor uma data em que podemos homenagear nosso povo”, declarou.

Na oportunidade foram entregues títulos de Visitante Ilustre da Cidade de Campo Grande para Carlos Antônio Páscoa Gonçalves, deputado de quatro Estados portugueses e o conselheiro no Ministério das Relações Exteriores no Brasil, Rolemberg Estevão de Souza.

O primeiro homenageado do parlamentar foi o médico veterinário, professor universitário e empresário, Cláudio Martins Real, filho de portugueses que se estabeleceram no Rio Grande do Sul e posteriormente para Mato Grosso do Sul. Proprietário da empresa Real H em conjunto com os filhos, Cláudio Martins é um exemplo do trabalho desenvolvido pelos descendentes no Brasil.

“Estou emocionado com esta homenagem do vereador Edil e agradeço. Esta comemoração me lembrou muito a figura de meu pai, Francisco Thomé da Silva Real, que me passou grande parte dos meus valores e amor por Portugal”, pontuou o homenageado.

Já o segundo homenageado, o empresário português Emanuel Júlio da Silva Graça (proprietário da conveniência Nova Lisboa) foi representado por Eduardo José Monteiro Serrano que opinou sobre a importância da comemoração. “O dia da comunidade portuguesa reforça o início de tudo, da chegada dos portugueses, do estabelecimento familiar e profissional e participação ativa na comunidade, desde a atuação no comércio até a cultura fortemente disseminada em nossa cidade”.

Carla Stephanini visitou o bairro José Pereira e Jardim Inápolis no domingo

Com agenda bastante intensa no fim de semana, a vereadora Carla Stephanini, após ter participado, no sábado, do lançamento da pedra fundamental da revitalização praça Bosque da Paz onde hipotecou solidariedade às famílias de pessoas que morreram vítima de violência, visitou, no domingo, a feira livre e estabelecimentos comerciais do bairro José Pereira e esteve, também, na Casa da Sopa existente no Jardim Inápolis.

A vereadora entende como de vital importância retornar aos locais onde esteve durante a campanha, agradecer o apoio recebido, bem como se colocar à disposição da comunidade para encaminhamento de solução para os problemas locais. Na visita Carla foi acompanhada, por lideranças como é o caso do senhor Antenor Manoel de Oliveira - do bairro Santo Amaro – e da senhora Delfina Debeza – do Zé Pereira.

Durante os contatos realizados na feira, Carla ouviu tanto feirantes como famílias que freqüentam o local tendo recebido reivindicações e manifestações de apoio ao trabalho que vem realizando na Câmara Municipal. Em retribuição ao posicionamento dos amigos que encontro, a vereadora reafirmou sua disposição se doar pelas causas da população campo-grandense.

Inápolis

Após deixar a feira livre, a vereadora se dirigiu ao Jardim Inápolis região onde viabilizou a implantação de uma escolinha de futebol, tendo sido recebida pela líder local Maria José da Costa Fonseca ( conhecida como Fátima), responsável pela Casa da Sopa que, aos domingos, distribui alimento para as famílias carentes.

Mães que moram no Jardim Inápolis, que mantiveram contato com a vereadora, aproveitaram para agradecer o esforço de Carla para conseguir equipamentos e materiais esportivos pois o resultado da escolinha tem sido positivo uma vez que ajuda a tirar as crianças da ociosidade no contra turno escolar. 

Luiza Ribeiro defende amplo debate sobre "Verdade, Memória e Justiça"

Na reunião proposta para debater alterações nas denominações de ruas em Campo Grande com nomes de autoridades da Ditadura Militar, a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), falou da importância da discussão local de temas que tem gerando diversas ações pelos Brasil e que, inclusive, incentivou a criação do Projeto de Lei Nacional (nº 7.376/2010), a criação de uma Comissão Nacional da Verdade e o Projeto de Lei Complementar ao Congresso Nacional (nº41/2010), regulamentando o direito de acesso à informação pública, além da criação do Memorial da Anistia.

“Queremos debater sobre os possíveis significados do Direito à Memória, e como ele se aplica ao período do regime militar brasileiro, verificando quais as lições e perspectivas decorrentes daí. É bom esclarece que não existirão medidas impositivas porque seria absolutamente contrarias ao discurso de participação, democracia e verdade”, comentou a vereadora

Participaram da reunião o CDDH, Conselho Regional de Psicologia, Semadur, DCE/UFMS, DCE /UCDB, Sindicato Jornalistas. PC do B, UNE, UEMS, CUT e os vereadores Wanderley Cabeludo, Eduardo Romero e Alex como deliberação será encaminha uma proposta de criação do Comitê da Verdade Municipal ao Prefeito Acides Bernal. 

Lei do silêncio é tema de audiência pública promovida por Chiquinho Telles

O vereador Chiquinho Telles (PSD) promove amanhã juntamente com a Comissão de Cultura audiência pública para discutir a “Lei do Silêncio” e contará com a participação artistas, empresários, donos de bares e similares, poder público e pessoas interessadas.

A questão virou polêmica e foi difundida pela imprensa após músicos e artistas realizarem manifestos pedindo o “direito de produzirem cultura”. Raimundo Galvão, que levantou a questão durante audiência pública sobre a Cultura na Casa de Leis.

“É complicado para tocar em qualquer barzinho, O MPE e a Semadur deveriam parar de usar dois pesos e duas medidas, pois estão segregando o direito de expressão musical, os empresários em sua maioria não tem condições de bancar o auto custo de um projeto de acústica”, reclamou ele sobre o Ministério Público Estadual e o órgão fiscalizador.

Para o vereador o assunto “não é uma questão de barulho, é uma questão de debater a lei com discernimento, com atendimento a todos, porque o comerciante também precisa ter atrações que convidem o público, e isso gera emprego e renda para a cidade”, explicou.

A audiência será às 14h no Plenário Edroim Reverdito na Câmara Municipal. Mais informações podem ser obtidas pelo fone: 3316-1561 

Projeto de Lei do vereador Edil Albuquerque que cria Feira de Antiguidades será votado na próxima terça-feira

Com objetivo de fomentar o estímulo ao comércio e turismo na Capital, o vereador Edil Albuquerque está propondo a criação de um projeto de lei (nº 348/2013) para criação e instalação de uma Feira de Antiguidades, que funcionará no segundo domingo de cada mês na Praça Ary Coelho, das 9h às 18h. No local serão expostos objetos antigos e peças de colecionadores, devidamente cadastrados e identificados pelo Executivo Municipal, que designará o órgão competente para acompanhamento e fiscalização.

A votação acontecerá na próxima terça-feira, 3 de setembro, durante sessão ordinária na Câmara Municipal, no plenário Oliva Enciso. O parlamentar conta com a participação da comunidade e destaca que irá atender um desejo antigo de colecionadores e comerciantes do ramo. “Estou muito satisfeito com a aceitação, pois o projeto foi concebido com muito cuidado e ouvindo os empresários que prontamente apoiaram a ideia inicial. Tanto que já estão se organizando para promover exposições que atrairão visitantes de várias partes do Estado e do país, estou certo disso”, afirmou.

Edil lembrou ainda que este tipo de comércio é realizado há muitos anos nos grandes centros do país e é também uma oportunidade de fomentar o turismo local. “Campo Grande já comporta um local que atrairá a população, os turistas e principalmente os colecionadores”, detalhou.

Para Erich Pontes, proprietário da loja Coisas das Antigas, o bom deste tipo de comércio é que não há concorrência, já que cada um traz produtos variados. "Podem existir 20 barracas e nenhuma terá o mesmo item. Cada expositor vai trabalhar com um modelo diferente e como já realizamos várias feiras na José Antônio e percebemos que existe um público-alvo bastante interessado, são os caçadores de relíquia", apontou o empresário e publicitário.

Já a proprietária da loja Arco da Velha, Lêda Correa conhece este nicho há bastante tempo e declarou que realiza viagens para o exterior em busca de produtos inéditos. "Frequento feiras de antiguidades em Lisboa, Amsterdã e Paris e encontro muitos artigos encantadores que adquiro, são exemplares incríveis e que irão agradar bastante os visitantes", avaliou.

Sobre o projeto – Uma das particularidades elencadas no projeto diz respeito a proibição da comercialização de produtos novos ou alimentos no local, já que a liberação deste tipo de produto iria desvirtuar o objetivo principal da feira que é oferecer produtos antigos, com exceção de livros e discos, que podem ser apenas usados.

Outro fator que deve ser ressaltado diz respeito à participação dos expositores, já que somente pessoas ou entidades cadastradas nos órgãos municipais competentes, com credencial ou identificação, poderão participar da Feira. No entanto, será permitida a participação de municípios vizinhos, desde que atendam às exigências de cadastramento.

Dados do comércio - Cabe destacar que segundo pesquisa realizada pela Fundação Fecomércio em dezembro de 2012, cerca de 100 mil turistas vem a Campo Grande mensalmente participar de eventos, negócios ou mesmo visitar os pontos turísticos do Estado. Com a instalação de uma feira de antiguidades, a Capital estará inserida no circuito de cidades que são visitadas por colecionadores, promovendo ainda mais o turismo local.
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
16min33max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
20min35max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
19min36max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
17min33max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.