+55 (67) 3546.2571
segunda, 25 de outubro de 2021
quarta, 12 de março de 2014 - 15:20

Cuidado com amigos no Brasil, aconselha França a cidadãos

Não se surpreenda se, ao tentar fazer amizade com um turista francês, ele ficar com aquela cara de desconfiado: ele pode ter sido aconselhado a “aproximar-se com prudência às novas companhias ou amigos locais” antes de deixar seu país natal. A recomendação é do próprio governo francês, por meio do Ministério de Negócios Estrangeiros, equivalente ao Itamaraty no Brasil.

Fornecer informações atualizadas para os próprios cidadãos que viajam é praxe da diplomacia de vários países. O Brasil também faz isso no site do Ministério das Relações Exteriores.

Mas ser comum não quer dizer que não surjam algumas observações curiosas de outras nações em relação ao Brasil, tão em voga na mídia internacional com a proximidade da Copa.

Em seu alerta, o governo da Austrália, por exemplo, acaba fornecendo material para uma piada involuntária.

“É improvável que a polícia brasileira seja capaz de recuperar bens roubados. No entanto, nós recomendamos fortemente que você faça um boletim de ocorrência”, adverte aos australianos que desembarcam por aqui.

Estes boletins ou conselhos das diplomacias estrangeiras costumam ser constantemente atualizados. E não são limitados à segurança. Questões específicas de visto, alfândega e saúde também aparecem.

Boa parte dos avisos repetem o que é dito aqui mesmo, entre brasileiros, para seus amigos e familiares.

França

Destaque: um mapa feito pelo país (veja entre as imagens da matéria) não inclui nenhuma área verde, isto é, nenhuma cidade do Brasil pode ser aproveitada pelos turistas apenas sob “vigilância normal”.

A maior parte do mapa é pintada de amarelo, ou seja, exige ”vigilância reforçada”. Apenas o estado do Amazonas tem áreas em vermelho, onde a visita é “expressamente desaconselhada”. Várias áreas fronteiriças estão em laranja, que significa “visita desaconselhada, salvo sob razão imperativa”.

Trecho: "O período de Carnaval é tradicionalmente festivo e violento no Brasil. Embora a natureza das festas e dos espetáculos mude dependendo de onde se está, seja no Nordeste (Recife, Olinda, Maceió), na Bahia (Salvador, cidades costeiras), no Rio ou São Paulo, elas mobilizam a população e as forças da ordem durante vários dias, reúnem multidões consideráveis e atraem muitos turistas, brasileiros e estrangeiros.

A alta concentração de pessoas sob júbilo é inevitavelmente acompanhada de um risco ainda mais elevado que o normal de excessos e comportamento anti-social".

Austrália

Destaque: dentre as classificações da Austrália, o Brasil se enquadra na categoria “tenha muito cuidado”. Não parece bom, mas é melhor que cair em “reconsidere a necessidade da sua viagem” ou, na mais grave, “não viaje”. Porém, é pior que apenas “tome precauções normais”.

Trecho: " É improvável que a polícia brasileira seja capaz de recuperar bens roubados. No entanto, nós recomendamos fortemente que você faça um ‘boletim de Ocorrência’ em uma ‘delegacia’ se algum dos seus bens forem perdidos ou roubados.

Na maioria dos casos, você vai precisar dele para conseguir reclamar os bens com o seguro de viagem.

Aconselhamo-los a exercer um alto grau de cautela no Brasil por causa dos altos níveis de crimes graves. A incidência de crimes violentos, incluindo assaltos, roubo a mão armada, assaltos a residências, sequestros (especialmente sequestros relâmpagos) e agressão sexual, é significativa, particularmente no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Salvador e outras grandes cidades."

Destaque: o governo norte-americano torna público as recomendações não só para turistas em geral, mas as proibições impostas aos seus próprios empregados em países estrangeiros.

No Brasil, eles não podem visitar áreas a menos de 150 km das fronteiras, favelas não pacificadas e cidades satélites de Brasília, como Ceilandia e Paranoá. Para estas últimas, a restrição funciona apenas entre seis da noite e seis da manhã.

Trecho: “A taxa de homicídios do Brasil é mais de quatro vezes superior à dos Estados Unidos, e as taxas de outros crimes são igualmente elevadas.

Tenha cuidado ao viajar através de áreas rurais e cidades satélites devido aos incidentes de assaltos nas estradas que miram aleatoriamente carros de passagem. Roubos e "sequestros relâmpagos" fora de bancos e caixas eletrônicos ocorrem regularmente.

Algumas vítimas foram espancadas e/ou estupradas. Você também deve tomar precauções para evitar ser assaltado, especialmente em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e outras cidades”.

Argentina

Destaque: as recomendações são apenas para os cidadãos que visitam o Rio de Janeiro.

Trecho: "Apesar de incomum, têm sido registrados alguns incidentes de assaltos com a técnica conhecida como ‘boa noite cinderela’.

Trata-se de um tranqüilizante colocado em uma bebida, o que cria confusão e até mesmo a perda de consciência e, uma vez alcançado tal efeito, rouba-se dinheiro, cartões, etc.

Deve-se ter especial atenção com o bairro da Lapa, centro de diversão noturna repleta de ladrões. Leve apenas o essencial e leve ao extremo a prudência ".

Espanha

Destaque: a Espanha tem uma visão diferente da França quando se trata de dizer onde é ou não seguro no Brasil. Na categoria de “áreas sem problemas”, enquadra-se todo o “restante do país” que não Bahia/Nordeste, São Paulo e as praias paulistas, Brasília, Mato Grosso, Tocantins e Pará.

Trecho: “Devem ser evitados bairros periféricos ("favelas") de todas as grandes cidades, especialmente Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Brasília. É aconselhável não dirigir em estradas à noite por causa do alto risco de acidentes, o mau estado das mesmas e da falta de iluminação."

Reino Unido

Destaques: há uma página especial destinada à Copa, com todo tipo de dicas para quem vier assistir os jogos da seleção inglesa.

Trecho: "Esteja ciente de batedores de carteira e nunca deixe sua bolsa ou pertences sem vigilância no transporte ou em locais públicos; ladrões operam tanto dentro de restaurantes e hotéis como ao ar livre. Eles são bons em detectar turistas e sabem que eles carregam bens de valor.

Esteja pronto para entregá-los se for ameaçado e não tente resistir aos atacantes. Eles podem estar armados ou sob a influência de drogas."

Portugal

Destaque: o governo português recomenda que seus cidadãos fiquem longe dos protestos no Brasil e considera que o país tem uma “segurança média”.

Trecho: “Face aos acontecimentos recentes, recomenda-se aos viajantes que mantenham uma vigilância reforçada e que evitem manifestações e concentrações de pessoas.

Com a excepção de algumas áreas de elevado risco que são conhecidas (essencialmente em zonas urbanas) e facilmente identificáveis, o Brasil turístico apresenta um perfil de segurança médio.

Assim, e por regra, é aconselhável alguma precaução e atenção na circulação a pé nos centros urbanos, em especial em horário nocturno, mesmo em locais de acentuada frequência turística, pela possível ocorrência de assaltos e furtos, por vezes com grande violência física."

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
19min28max
AnaurilândiaSol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.
20min27max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
17min29max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
20min28max
Três LagoasSol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.