+55 (67) 3546.2571
Quarta, 23 de Agosto de 2017
tres lagoas
camapuaa
Sexta, 11 de Agosto de 2017 - 14:55

'Das antigas': Exposição revela as mudanças nos 118 anos de Campo Grande

Imagens históricas ficam em exibição até o dia 14

Campo Grande não é das mais antigas cidades brasileiras. Todavia, prestes a completar 118 anos desde sua fundação oficial, muita coisa mudou em sua aparência, que já tem ares de metrópole. E são as fotos que ajudam a recompor o cenário de décadas atrás na memória, já que boa parte dos prédios históricos sofreu com o descaso ou foi demolido.

É neste contexto que uma exposição ganha importância, pois visa preservar a memória da cidade. Assim, com imagens do Arca (Arquivo Histórico de Campo Grande), a mostra apresenta aos visitantes registros históricos da capital sul-mato-grossense. Itinerante, a exposição permanece até o próximo dia 14 na Biblioteca Municipal.

 

Ao todo, a mostra reúne 20 imagens históricas do acervo, que registram espaços da cidade - a maioria na década de 1920, quando Campo Grande já começava a desenvolver-se. E são, na verdade, apenas uma amostra do vasto material que o município dispõe e proporciona acesso a estudantes, pesquisadores e curiosos em geral.

 

Com autorização do Arca, apresentamos algumas imagens, mas a exposição completa você confere até segunda-feira (14), na Biblioteca Municipal, localizada no Horto Florestal. A entrada é gratuita.

 

 

Ferrovia

Em 1920, trem de passageiros e cargas já operava pelos lados de cá. Nos anos seguintes, a Companhia Estrada de Ferro Noroeste do Brasil (NOB) se tornaria bastante forte na região. (Foto - Acervo ARCA)

 

 

.

Rua 14 de Julho

Assim era a rua 14 de julho na década de 1920. Quantos prédios ainda guardam características originais, atualmente? (Foto - Acervo ARCA).

 

 

.

'Fordinhos' na Afonso Pena

A imagem mostra um conjunto de veículos do tipo 'fordinhos' na Avenida Afonso Pena, em registro que data do final da década de 1920. Sabe em que trecho é? De acordo com a Arca, o registro foi feito em frente ao Jardim Municipal ou Passeio Público, que atualmente você conhece como Praça Ari Coelho (Foto - Acervo ARCA).

 

 

.

Prefeitura

Entre 1912 e o início da década de 1970, a Prefeitura ficava na Avenida Afonso Pena, esquina com a Calógeras. Na esquerda, o prédio onde funcionava a Câmara Municipal e o Rádio Clube (Foto - Acervo ARCA).

 

 

.

A casa do prefeito

O registro de 1930 mostra edificação na Rua 15 de Novembro com Calógeras. Neste prédio morou Vespasiano Barbosa Martins, que foi prefeito de Campo Grande e governador do 'Estado de Maracaju' (Foto - Acervo ARCA).

 

 

.

Relógio da 14

Aqui todo mundo vai lembrar, já que não tem tanto tempo que a torre do relógio, que ficava no cruzamento da Afonso Pena com a 14, foi demolido. O registro, feito em 15 de agosto de 1949 mostra a festa de Nossa Senhora da Abadia, celebrada pelo arcebispo Dom Orlando Chaves (Foto - Acervo ARCA).

 

 



Fonte: midiamax
Veja Também
Comentários
Dengue Camara de Brasialndia
brasilandia rodape
Netshoes Temporário