+55 (67) 3546.2571
sábado, 17 de novembro de 2018
sonorav2
santa rita02
quinta, 8 de novembro de 2018 - 14:50

Deputados esperam atenção especial a MS com Tereza Cristina ministra

Para os parlamentares, a democrata conhece o setor e dará atenção especial para Mato Grosso do Sul, cuja economia tem sustentação no agronegócio

Na Assembleia Legislativa, a maior parte dos deputados comemorou a ida da deputada federal Tereza Cristina (DEM) para o Ministério da Agricultura a convite do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Para os parlamentares, a democrata conhece o setor e dará atenção especial para Mato Grosso do Sul, cuja economia tem sustentação no agronegócio.

Da bancada ruralista, Zé Teixeira (DEM) acredita que Tereza Cristina vá “ajudar muito o Estado”. “É uma pessoa de fácil contato, muito inteligente e conhece o caminho da roça”.

 
PUBLICIDADE
 

O deputado lembrou que quando a deputada foi secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, no governo de Andre Puccinelli (PMDB), soube contornar a crise do foco de febre aftosa em Mato Grosso do Sul. “E mesmo assim destravou a economia. Fez um excelente trabalho”.

Mara Caseiro (PSDB), também da bancada ruralista, destacou o fato da deputada ser produtora rural. “Conhece o setor como ninguém e não faz diferença entre grandes médios e pequenos produtores. É nome reconhecido e vai ajudar a acabar com as distorções sobre o conflito no campo, dando condições aos índios e evitando novas invasões de terra e problemas nesta área”, comentou.

O deputado Mauricio Picarelli (PSDB) também espera atenção especial para Mato Grosso do Sul. “Trará benefícios e leva o nome do Estado a nível nacional”.

Amarildo Cruz (PT) foi o único a comentar que a parlamentar terá dificuldades. "Respeita muito a Tereza, é uma democrata e tem bom trabalho, mas vai ter muita dor de cabeça com o novo presidente. Ele muito confuso e pode gerar problemas para o setor. Ela não terá vida fácil”.

 

Tereza Cristina ao lado de Bolsonaro, na casa do presidente eleito quando ele ainda era candidato (Foto: Vídeo/Reprodução)Tereza Cristina ao lado de Bolsonaro, na casa do presidente eleito quando ele ainda era candidato (Foto: Vídeo/Reprodução)

Indicação – O anúncio de que Tereza Cristina será ministra da Agricultura foi feito por Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (7). Ela administrará orçamento previsto de R$ 11.136.314.887,00 em 2019.

Segundo o presidente eleito, ela foi escolhida por indicação da FPA (Frente Parlamentar da Agropecuária).

Durante a campanha, Tereza levou até a casa de Bolsonaro carta da FPA em apoio à candidatura dele à Presidência. No dia 2 de agosto, pelo Facebook, ela afirmou ser representante de 261 deputados e senadores do Brasil.

 
 
 


Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários
Netshoes Temporário