+55 (67) 3546.2571
segunda, 27 de setembro de 2021
terça, 17 de setembro de 2013 - 10:20

Escola impede entrada de alunos por suspeitar que tenham vírus da Aids

Três irmãos, filhos de pais adotivos, estudantes de uma escola no Arkansas, Estados Unidos, foram proibidos de assistir às aulas após a direção suspeitar que eles tivessem o vírus da Aids.

Segundo informações da emissora de TV local 5News, a direção da Pea Ridge Public School informou aos estudantes que eles não poderiam frequentar a escola até que providenciassem exames cujo teste para HVI desse negativo. A escola teria encontrado informações anteriores que sugeriam que a mãe biológica de um dos alunos seria HIV-positivo. A instituição tomou como base um relatório do centro dos direitos dos deficientes de Arkansas (Disability Rights Center, DRC na sigla em inglês).

Dois dos estudantes são deficientes. Eles foram à escola sem qualquer tipo de documentação a respeito da saúde. Na escola, foram impedidos de entrar da classe e um dos funcionários da escola pediu que os pais adotivos fossem buscá-los.

A Lei dos Americanos com Deficiência, dEm comunicado, Tom Masseau, diretor da DRC, disse que a atitude tomada pela escola foi "terrível" e que é um "resquício de tempos passados".

“O fato de as famílias que adotam terem de fornecer documentação provando que as crianças são HVI negativo antes de entrar na escola é ilegal e imoral.”

Na última semana, o distrito educacional emitiu uma declaração confirmando que foi solicitado à família que os irmãos apresentassem resultados de exames negativos para HIV.

Na declaração, o distrito informa que os exames foram pedidos "a fim de formular um plano de educação seguro e apropriado para as crianças. Esta exigência é rara devido a certas ações e comportamentos que colocam alunos e funcionários em risco".

Uma carta encaminhada à família pela superintendência do distrito cita uma política do Conselho da Associação Educacional do Arkansas como explicação para a restrição à entrada dos alunos. Segundo o documento, a política define que as escolas podem barrar alunos com doenças transmissíveis, de acordo com a emissora de TV KNWA. A emissora lembrou, no entanto, que o HIV não é considerada uma doença contagiosa.

Segundo o portal Huffington Post, esta não foi a primeira vez que estudantes foram excluídos da escola com base na situação relativa ao HIV. Em 2011, uma escola particular na Pensilvânia recusou a matrícula de um estudante porque ele tinha o vírus da Aids. Depois do projeto da Lei da Aids processar a escola, a instituição cancelou a política e concordou em fornecer treinamento de sensibilidade sobre o HIV para alunos e funcionários.e 1990, proibe que escolas excluam estudantes com base no resultado do teste de exame de HIV.

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
20min36max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
22min34max
Campo GrandeSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
20min37max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min36max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.