+55 (67) 3546.2571
quarta, 01 de dezembro de 2021
quarta, 7 de novembro de 2012 - 15:00

EUA: Colorado e Washington legalizam o consumo da maconha

Além da histórica reeleição do presidente Barack Obama e de pleitos locais, alguns Estados também foram às urnas na terça-feira para votar em plebiscitos sobre a legalização da maconha. Colorado e Washington se tornaram os primeiros Estados americanos a legalizar o consumo da droga para uso recreacional, o que é proibido por lei federal. Em outros lugares a maconha já era permitida para fins medicinais.

"Os eleitores falaram e nós temos que respeitar a vontade deles", disse o governador do Colorado, John Hickenlooper, que se opunha a legalização. "Esse vai ser um processo complicado, mas nós pletendemos levá-lo adiante. Isso dito, a lei federal ainda diz que a marijuana é uma droga ilegal, então não vá muito rápido", ponderou o governador, alertando que o resultado não torna o consumo legalizado de imediato.

O referendo do Colorado iniciou um debate nacional sobre as políticas em relação à maconha, com os apoiadores lutando para que o governo federal acabe com a proibição em nível nacional e deixe a decisão para os Estados. Se levada a cabo a decisão, o Colorado estabelece que adultos acima de 21 anos podem possuir 1 onça (28 gramas) ou seis plantas de maconha para uso pessoal. Opositores diziam que a medida vai tornar o Esgado um "paraíso" para o turismo de drogas.

No Estado de Washington, no noroeste do país, a aprovada Iniciativa 502 regular a produção, posse e distribuição de maconha para moradores com mais de 21 anos. A nova lei impõe uma taxa de 25% de imposto quando o produtor vender par ao processador, quando este vende para o comerciante e quando este passa para o consumidor. Estimativas apontam que o Estado pode recolher até US$ 500 milhões anuais em impostos com a decisão, mas a cifra é questionada por opositores da legalização.

Por outro lado, eleitores no Oregon, onde os advogados pró-maconha tinham menos recursos e estavam mais organizados, uma iniciativa que permitiria a produção comercial e a venda da maconha para adultos foi derrota. A Medida 80 estipulava que a droga seria legalizada em lojas licenciadas ao redor do Estado, o consumo não licenciado seria permitido e não haveria restrições para o consumo entre adultos.

No Arkansas, os eleitores rejeitaram a legalização da maconha para uso medicinal, enquanto em Massachusetts medida semelhante foi aprovada.

O sistema federativo americano permite que os Estados tenham regulações próprias sobre diversos temas. Além da maconha, ocorreram plebiscitos sobre o aborto, casamento gay, suicídio assistido, etc.


Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
20min35max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min32max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
19min34max
DouradosDia de sol, com nevoeiro ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
21min35max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.