+55 (67) 3546.2571
domingo, 16 de maio de 2021
quarta, 25 de abril de 2018 - 10:50

Família mudou rotina em hospital e hoje grupo voluntário tem até avó de 70 anos

Dona Geralda prefere não aparecer muito, mas sua força é inspiração para muita gente como Vovó Fafá

Pode soar clichê, mas grupos que levam alegria e mensagens de conforto a pacientes de hospitais nunca perdem o sentido. A força vem de todos os lados, tanto de quem recebe o amor, quanto de quem o oferece. A equipe do "Resgate da Alegria", que já existe há dez anos, percorre corredores e quartos do Hospital Universitário uma vez ao mês e entre os voluntários, a Vovó Fafá, de 70 anos, é inspiração para qualquer um.

Os trabalhos começaram em 2008, com o capelão Nilton da Costa Benites. À época, as visitas eram individuais e se limitavam à ala dos adultos. Nos últimos anos, mudanças ocorreram e as passagens pelo hospital se estenderam ao setor da Pediatria.

“Eu trabalho com capelania desde 2008, mas de uns anos para cá, começamos a fazer o trabalho com as crianças. A pessoa quando está internada fica muito solitária e não é diferente com os pequenos. O trabalho da capelania não envolve dinheiro, mas no tempoque você passa com essas pessoas, ouvindo. Deus tocou nossos corações para fazer o trabalho com as crianças também. E todo domingo vamos fantasiados e com presentes”, explica Nilton.

 

Nos úlitmos anos, o grupo era composto apenas por Nilton, sua esposa Ariane Kelley Souza Matias Benites e o filho do casal que recém havia completado 12 anos. A equipe da alegria cresceu e hoje conta com mais três voluntárias, entre elas Dona Geralda, de 70 anos, que leva aos hospitais a personagem Vovó Zazá.

 

 
Equipe da alegria cresceu e hoje conta com mais três voluntárias, entre elas Dona Geralda, de 70 anos. (Foto:Arquivo Pessoal)Equipe da alegria cresceu e hoje conta com mais três voluntárias, entre elas Dona Geralda, de 70 anos. (Foto:Arquivo Pessoal)
 
Grupo também conta com o palhaço Pipoca e as bonecas Lila e Rosinha. (Foto: Arquivo Pessoal)Grupo também conta com o palhaço Pipoca e as bonecas Lila e Rosinha. (Foto: Arquivo Pessoal)
 

Durante as visitas, o grupo leva lembrancinhas e muita cor nas fantasias para alegrar as crianças. Dona Geralda se transforma na Vovó Zazá, que enfrenta todas as limitações da idade e não perde uma visita. Reservada, a idosa se limitou a dizer que o serviço ao próximo é muito importante e pode motivar outras pessoas.

Ariane, que aos domingos se transforma na “Boneca Guigui”, explica que o grupo conta e ouve histórias das crianças e ao final todos oram. “Descobri que um simples: "Posso orar por vc!?" Trás lágrimas nos olhos, paz à alma, e alívio para o coração. Uma alegria compartilhada, é com certeza, uma alegria dobrada”, disse.

O grupo também conta com o palhaço Pipoca e as bonecas Lila e Rosinha. A capelania individual aos adultos ocorre às terças-feiras e a visitas aos pequeninos aos domingos.

Equipe do Resgate da Alegria na pediatria do HU.(Foto: Arquivo Pessoal)Equipe do "Resgate da Alegria" na pediatria do HU.(Foto: Arquivo Pessoal)


Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
16min31max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min31max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
16min28max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
17min31max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.