+55 (67) 3546.2571
terça, 03 de agosto de 2021
segunda, 6 de julho de 2015 - 09:45

FHC eleva tom crítico e afirma que Dilma faz ‘presidencialismo de compra’

Um dos últimos a discursar na convenção do PSDB, realizada neste domingo (5) em Brasília, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou a construção atual da governabilidade. Segundo o tucano, para manter sua base no Congresso Nacional, a presidente Dilma Rousseff perverteu a lógica do presidencialismo de coalizão transformando-o em "presidencialismo de compra". Segundo FHC, o Congresso Nacional hoje é um parlamento fragmentado. “Um governo que, para se manter, cria ministérios. Um sistema que no começo se chamava presidencialismo de coalizão e hoje é de cooptação, de compra. Estamos assistindo à desmoralização do funcionamento do atual sistema político. Estamos assistindo, simultaneamente, o início do um mal estar social que tem tudo, e não gostaria que assim fosse, para se agravar. E estamos assistindo à paralisação do Executivo”, atacou. Ao falar de sua trajetória política, o ex-presidente lembrou de todos os momentos de crise que viu desde o início de sua carreira como professor na Universidade de São Paulo. “Cada momento desses têm suas peculiaridades, mas raramente vi um momento como esse em que se acumulam crises de vários tipos”, afirma ele, para então cobrar do PSDB e de seus aliados uma ação, mas relativizando essa ação com o respeito à Constituição. “É muita crise ao mesmo tempo e isso exige resposta. A união do povo brasileiro ao redor das oposições para encaminharmos uma saída para o Brasil. Essa saída não pode ser outra senão do absoluto respeito à Constituição. Respeitada a Constituição, que o devido processo legal avance e que se puna aqueles que roubaram o país”, diz ele. Fernando Henrique engrossou o coro de outros correligionários que discursaram neste domingo em Brasília de que cabe ao PSDB ter consciência de sua responsabilidade no processo de liderar a oposição contra a presidente Dilma. “O PSDB não poderá fugir de sua responsabilidade, bem como os partidos aliados, que é a responsabilidade de, dentro da lei, levar até o fim. Não somos donos desse momento, do que vai acontecer nas semanas seguintes, nem nos meses seguintes”, prega o ex-presidente. A parte final da fala de Fernando Henrique teve pancadas endereçadas ao ex-presidente Lula e a sua sucessora de forma personalizada e regada a ironia. “Ouvi durante 13 anos alguém que dizia ‘nunca como antes’. É verdade, nunca como antes se roubou tanto nesse país”, declara o tucano numa referência ao bordão usado por Lula.
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
13min29max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
14min30max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
11min28max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
14min29max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.