+55 (67) 3546.2571
quarta, 14 de abril de 2021
sexta, 9 de novembro de 2012 - 10:30

Gêmeas mexem demais, diz mãe que emprestou barriga para filha

Avó emagreceu 11 kg e voltou a menstruar para gerar netasAvó emagreceu 11 kg e voltou a menstruar para gerar netas
A dona de casa Maria da Glória, de 51 anos, que emprestou o útero para gerar as netas Emanuele e Júlia, vai entrar no 7º mês de gestação no próximo domingo (11). Em entrevista ao G1, ela contou que o empréstimo foi um “presente” para sua filha, a funcionária pública Fernanda Medeiros, de 34 anos, que perdeu o útero há 20 anos. “As meninas mexem demais.

Às vezes, dá uma canseira, mas faz parte. Afinal, são duas crianças”, diz a avó, que mora com a família em Santa Helena de Goiás. Mãe de três filhos, ela já tem um neto de 9 anos.

“É um presente que estou dando a ela. Escuto muito que é um ato de amor. Outros já dizem que não teriam a coragem que tive. Mas vivo um sentimento muito bom, a emoção é muito grande. Estamos vivendo um sonho”, declarou a avó.

Maria da Glória teve de emagrecer 11 quilos e voltar a menstruar para poder gerar as netas. Ela tinha entrado na menopausa havia cinco anos. De acordo com ela, a saúde está boa.

O ginecologista obstetra que acompanha o pré-natal, Erickson Cardoso Nagib, diz se surpreender com o andamento da gravidez e com a força da avó das gêmeas. “Ela está excelente. Por ser uma gravidez de risco por causa da idade, ela está extremamente saudável”, avalia.

Esta é a primeira vez que o obstetra acompanha um caso de útero em substituição, mais conhecido por barriga de aluguel. Para ele, Maria da Glória foi corajosa. “Quando essa barriga de aluguel acontece entre parentes, seja entre irmãs, primas ou mães e filhas, acho muito saudável”, acredita Erickson Cardoso.

A descoberta do sexo dos bebês aconteceu no 4º mês de gestação. “A gente vê a alegria dela na hora do ultrassom. Os olhos brilham. É muito legal”, revela o médico sobre a reação da avó diante da imagem das netas.

O médico também elogiou a garra de Fernanda. “Ela batalhou e é espetacular ver essa força de vontade para ter as filhas depois de tudo que ela passou na adolescência”, disse Erickson, referindo-se a perda do útero da mãe das gêmeas.

A previsão para o nascimento das meninas é para o dia 20 de janeiro. Entretanto, segundo o obstetra Erickson Cardoso, elas podem nascer prematuras por serem gêmeas. “A expectativa é boa. Tínhamos um sonho e começamos a lutar por ele. Quando vemos que está dando certo, é bom demais”, diz Fernanda.


Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
22min32max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min33max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
22min31max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
23min32max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.