+55 (67) 3546.2571
segunda, 15 de outubro de 2018
bataguassu
santa rita02
terça, 12 de junho de 2018 - 10:30

Governador engata namoro com partido

Antecedentes pra que?- Só após a execução do sargento reformado da PM , Ilson de Figueiredo, veio à tona a ficha conturbada do gerente de segurança da Assembleia Legislativa. O PM já havia sido investigado por latrocínio e em 2008 foi detido no Paraguai ao lado do pistoleiro Betão, em uma casa com armamentos. 

Romântico - Próximo ao Dia dos Namorados, Reinaldo Azambuja disse que está em "fase de namoro" com vários partidos, mas que o momento é de diálogo e que as alianças só serão fechadas perto das convenções. Ele garante que vai construir um bloco forte de aliados para sua reeleição e ontem já foi a evento com Alcides Bernal (Progressistas).

 

Distante – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) continua avaliando que os eleitores não estão preparados ou mesmo focados na eleição. “No momento existe um distanciamento da campanha porque está preocupado com seu dia a dia, a Copa do Mundo”, avaliou em evento público.

Vantagem – Na avaliação do tucano, o pré-candidato presidencial e ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pode se beneficiar do fato de que “nas últimas quatro eleições o retrospecto dos candidatos do PSDB tem sido bom em Mato Grosso do Sul, mesmo quando começam com patamares pequenos a nível nacional”. Ele ainda seria mais realista do que “vendedor de ilusões”.

À esquerda - O deputado federal Zeca do PT diz que seu partido está em conversa com legendas de esquerda, como PC do B e PCO, para campanha estadual em Mato Grosso do Sul. Ele garante que vão seguir com candidatura própria ao governo, no caso com o ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci. "Não temos porque voltar atrás, estamos ainda em busca dos movimentos sociais para chegarmos fortes na campanha".

Aliados - Segundo o deputado federal Dagoberto Nogueira, vice-presidente do PDT, o partido também está conversando com eventuais aliados para apoio ao juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT), mas que não divulga quais as conversas, para não abrir espaço aos adversários. "Se a gente disser com quem estamos conversando, atrapalha a negociação, o que posso adiantar é que teremos um time forte, com bom tempo de televisão".

Todas as fichas - Já o deputado Elizeu Dionízio, presidente estadual do PSB, alega que o partido está esperando a definição do cenário político, para depois decidir quem vai apoiar ao governo. "Não adianta apostar as fichas em um candidato e depois tudo mudar perto das convenções, nosso foco agora está em organizar o partido para termos bons candidatosna disputa para deputado estadual e federal".

Atraso – Depois de dois anos da remoção de famílias da Cidade de Deus, a Emha (Agência Municipal de Habitação) reconheceu e quitou dívida de R$ 373,1 mil com a empresa Lovato & Wollmann Ltda. Esta foi responsável pela limpeza do terreno outrora ocupado e transferência de pertencentes dos moradores para loteamentos no Bom Retiro, Jardim Canguru, Vespasiano Martins e Cidade de Deus. Não foi aplicada a conta qualquer correção monetária.

Unificados - O presidente Michel Temer sancionou ontem (11) o SUSP (Sistema Único de Segurança Pública), proposta que unifica o sistema de segurança do País. Estados que não repassarem dados criminais para a unificação de informações, podem ter recursos federais congelados. Temer vetou a equiparação de salários de agentes penitenciários aos de policiais.

À espera – Problema endêmico de Campo Grande, a falta de leitos hospitalares na rede pública voltará a ser alvo de discussão nesta terça-feira (12), quando audiência pública vai debater o assunto na Câmara Municipal a partir das 14h. O tema volta à tona em meio à espera para o Hospital do Trauma, que aguarda recursos federais prometidos em maio, finalmente abrir as portas.



Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários
Netshoes Temporário
brasilandia rodape