+55 (67) 3546.2571
domingo, 16 de maio de 2021
sexta, 20 de julho de 2018 - 14:25

Movimentação é intensa na sede da PF após prisão de Puccinelli

Ex-governador, o filho dele e outro advogado foram presos na manhã desta sexta-feira (dia 20)

A movimentação na sede da PF (Polícia Federal) é intensa na manhã desta sexta-feira (dia 20). O ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (MDB), teve a prisão preventiva e ainda permanece na sede da Polícia, na Vila Sobrinho, em Campo Grande.

O filho dele, André Puccinelli Junior, e o advogado João Paulo Calves, também foram presos. As detenções partiram do juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara da Justiça Federal, no dia 18, quarta-feira.

 

Por volta das 9 horas, um comboio, com duas viaturas e um furgão, desceu a garagem da Polícia Federal. Minutos depois, outro carro chegou no local com uma mulher escoltada, no banco de trás, entre dois agentes. Ainda não foi confirmado quem seria.

A informação preliminar é que uma das vans que retornou à sede da PF voltava do Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) com o ex-governador e o filho. Como é lacrado, não foi possível confirmar quem estava dentro do veículo. A expectativa é que uma coletiva no fim da manhã dê mais detalhes sobre as prisões.

Puccinelli Junior, que poderia ficar numa cela diferenciada, abriu mão da prerrogativa de advogado para ficar com o pai, como já havia feito em novembro do ano passado, quando André Puccinelli foi preso pela primeira vez.

De acordo com o advogado de defesa do ex-governador, Renê Siufi, o juiz acatou os mesmos argumentos da prisão anterior, como parte dos desdobramentos da Operação Lama Asfáltica, que investiga o desvio de recursos usados em obras públicas.

As investigações começaram em 2015 e já resultaram, também, nas prisões do ex-deputado federal Edson Giroto e do empresário João Amorim, dono da Proteco, empreiteira envolvida em diversos empreendimentos sob suspeita. Ambos estão presos desde maio, em Campo Grande.

A nova prisão de Puccinelli, conforme a informação do defensor, tem relação, ainda, com a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que mandou Giroto e Amorim para a cadeia, a pedido do MPF (Ministério Público Federal).



Fonte: campo grande news
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
16min31max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min31max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
16min28max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
17min31max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.