+55 (67) 3546.2571
domingo, 16 de maio de 2021
quarta, 4 de julho de 2018 - 09:50

MS tem 5 cidades com imunização abaixo do recomendado contra paralisia infantil

A recomendação internacional para o controle da doença é de que pelo menos 95% das crianças sejam vacinadas. Atualmente a média nacional de cobertura é de 77%.

Cinco cidades de Mato Grosso do Sul estão entre os 312 municípios do país que estão com baixa cobertura para a vacina contra a paralisia infantil. Ou seja, que não vacinaram nem metade das crianças menores de um ano, contra a doença.

No ranking, Ivinhema aparece na 7ª posição com apenas 3,19% de crianças vacinadas. Seguida de Japorã (11,41%); Amambai (40,55%); Ladário (42,4%) e Miranda (45,83%). Ambas as cidades, estão abaixo da recomendação internacional para o controle da doença que é de que pelo menos 95% das crianças sejam vacinadas. Atualmente a média nacional de cobertura é de 77%.

 

Dado que motivou alerta publicado nesta terça-feira (3), pelo Ministério da Saúde. A listagem completa pode ser acessada por este link.  

Desde 1989 não há casos de paralisia infantil no Brasil, ressalta o governo. O último registro do vírus ocorreu em Souza, na Paraíba. O alerta tem como objetivo de evitar um possível retorno da doença. 

Um caso foi registrado na Venezuela em junho e, nos últimos o anos, o vírus circulou em mais de 23 países. O caso da Venezuela foi descartado mas foi o suficiente para chamar atenção para a baixa cobertura vacinal e o medo de que a doença chegasse ao Brasil.

Gráfico de cobertura nacional contra a doença. (Foto: Reprodução G1) Gráfico de cobertura nacional contra a doença. (Foto: Reprodução G1)

A vacina contra a paralisia infantil ou poliomielite, está disponível o ano inteiro, em todos os postos de saúde do Brasil. “O risco existe para todos os municípios que estão com coberturas abaixo de 95%. Temos que ter em mente que a vacinação é a única forma de prevenção da poliomielite", diz em nota, Carla Domingues, coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Ainda conforme o portal G1 uma campanha nacional acontecerá em agosto (entre os dias 6 e 31), mas ela só tem o objetivo de aumentar a divulgação, informa a pasta. Todas as crianças com menos de cinco anos devem ser vacinadas, segundo o ministério. 

Outras regiões do mundo vivem surtos esporádicos de poliomielite. De 2004 a 2017, ocorreram surtos em 23 países: Moçambique, Miamar, Indonésia, China, Paquistão, Nigéria, Camarões, Niger, Chade, Afeganistão, Somália, Quênia, Congo, Yemen, India, Ethiópia, Madagascar, Laos, Ucrânia, Síria, Guiné, Sudão e Camboja.

Segundo o Ministério da Saúde, cidades com baixa cobertura vacinal devem considerar a reorganização de suas redes, com a possibilidade de readequação de horários mais compatíveis com a rotina da população brasileira.

A pasta também orienta o reforço das parcerias com as creches e escolas, "ambientes que potencializam a mobilização sobre a vacina por envolver também o núcleo familiar", segundo nota do ministério. O governo também deve organizar campanhas de divulgação nacionais e exorta estados e municípios a manter sistemas de informação devidamente atualizados.



Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
16min31max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min31max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
16min28max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
17min31max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.