+55 (67) 3546.2571
quinta, 05 de dezembro de 2019
bataguassu
brasilandia
quarta, 4 de dezembro de 2019 - 09:20

Operação da PF combate tráfico de cocaína que cruza céu de MS

Ação sequestrou 15 aeronaves e apreendeu 2,6 toneladas de cocaína, a droga com maior cotação para venda

A rota do tráfico de cocaína que cruza o céu de Mato Grosso do Sul é alvo da operação Voo Baixo, deflagrada pela PF (Polícia Federal) nesta quarta-feira (dia 4) e que apreendeu 15 aviões.

Sob o comando de um suposto empresário do interior de São Paulo, a droga vinha da Bolívia e, a partir de Mato Grosso do Sul, era transportada em aeronaves para o território paulista. Conforme a PF de São Paulo, foram apreendidas 2,6 toneladas de cocaína desde maio de 2018, com a prisão de 11 pessoas.

Nesta quarta-feira, a operação cumpre 46 mandados judiciais – 13 de prisão temporária e 33 de busca - em Mato Grosso do Sul, São Paulo, Bahia e Santa Catarina. No Estado, os mandados são em Cassilândia, Alcinópolis, Coxim e Três Lagoas.

A Polícia Federal de São Paulo não detalhou se os mandados judiciais em Mato Grosso do Sul são de prisão ou de busca e apreensão. A informação foi solicitada por e-mail pela reportagem.

A Voo Baixo inclui sequestro de bens, sendo três fazendas. Os investigados serão indiciados pela prática de crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas com pena que vai de 5 a 15 anos.

Rota marcada - No mês de outubro, a operação Teto Baixo, também da Polícia Federal, mirou quadrilha especializada no transporte aéreo de cocaína. Na ocasião, quatro pessoas foram presas em Campo Grande e uma em Naviraí.

De acordo com a investigação, a base do grupo era em São Gabriel do Oeste, mas a operação Narcos, deflagrada pela Polícia Civil em agosto de 2017, desarticulou o esquema e prendeu os líderes do grupo. Sem vácuo no poder, a quadrilha se reorganizou e transferiu a estrutura para Santarém, no Pará.

 


Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários