+55 (67) 3546.2571
quinta, 28 de outubro de 2021
quinta, 13 de março de 2014 - 14:35

Plano de fuga revela fragilidade de presídio que abrigou cúpula do PCC

O plano de fuga elaborado pelo PCC (Primeiro Comando da Capital) para tirar da prisão quatro lideranças da facção revelou falhas na segurança da penitenciária 2 de Presidente Venceslau (611quilômetros de São Paulo), onde nos últimos anos esteve detida a cúpula da organização, batizada de "sintonia final geral". A unidade prisional é apontada como uma das mais seguras do Estado.

Ao longo de um ano, os criminosos da facção coordenaram a elaboração do plano de fuga e tiveram acesso a objetos que os ajudariam a fugir, como serras. Além disso, um scanner corporal que pertence à unidade está sem funcionar há cinco anos.

Em Presidente Venceslau, o comando do PCC é formado por Marcos Herbas Camacho, o Marcola, e mais três lideranças da facção --Cláudio "Barbará" da Silva; Célio Marcelo da Silva, o Bin Laden; e Luiz Eduardo Barros, o "Du Bela Vista". Após o vazamento do plano, os quatro foram transferidos na última terça-feira (10) para o RDD (Regime Disciplinar Diferenciado) na penitenciária de Presidente Bernardes (540quilômetros de São Paulo).

No RDD, os presos ficam isolados, em celas individuais, e têm direito a apenas duas horas diárias de banho de sol. As visitas são mais curtas e controladas, e o detento não tem acesso a jornais e televisão. Já em Presidente Venceslau, os líderes do PCC não ficavam isolados, tinham acesso a meios de comunicação e mantinham contato com outros detentos. Na penitenciária, o banho de sol diário é de seis horas e as visitas ocorrem duas vezes por semana.

Relatório secreto das inteligências das secretarias da Administração Penitenciária (SAP) e de Segurança Pública (SSP) e do Ministério Público de São Paulo, ao qual o UOL teve acesso, mostra que o plano de fuga foi organizado de dentro da penitenciária, com as lideranças da facção transmitindo orientações a familiares e subordinados do lado de fora.

O relatório mostra que, entre janeiro de 2013 e fevereiro deste ano, houve ao menos 20 conversas de Barbará ou Bin Laden com envolvidos no plano que estavam fora do presídio. No documento, não é especificado se as conversas gravadas eram fruto de interceptação telefônica, escuta ambiental ou outra forma de investigação.

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
21min29max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
22min30max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
21min32max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
22min29max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.