+55 (67) 3546.2571
segunda, 26 de julho de 2021
terça, 30 de junho de 2015 - 14:25

Polícia fecha o cerco a suspeito que dominou e matou policial em abordagem

A Polícia Civil já tem a informação do local onde está escondido José Osmar Freitas, o “Veinho”, de 27 anos, suspeito de matar o policial civil José Nivaldo de Almeida na tarde do domingo (28) em Tacuru, a 416 quilômetros de Campo Grande. SAIBA MAIS Polícia caça suspeito de dominar e matar policial civil durante abordagem “Marciano” é suspeito de tentar matar homem com três facadas em MS Foragido da Justiça é atingido por tiro durante perseguição policial De acordo com o delegado titular da Delegacia de Polícia Civil do município, Bruno Trento Hein, as equipes estão fechando o cerco em torno do local que José Osmar está escondido. O delegado disse ainda que por ser uma área de mata e com muitas rotas de fuga o objetivo é fechar os pontos que ele possa fugir. “Estamos tendo bastante cuidado para impedir que ele fuja e, por esse motivo, estamos tomando todos os cuidados necessários para evitar a fuga. Por isso, as equipes estão fechando todas as saídas antes de invadir o local”, afirma o delegado. O delegado disse ainda que a ação conta com o apoio de uma equipe da PM (Polícia Militar) que está usando um helicóptero para sobrevoar o local do esconderijo. O titular da delegacia disse que a expectativa é grande e que espera prendê-lo nesta terça-feira (30). O crime José Osmar andava na rua armado e tinha atirado em um desafeto. José Nivaldo, que estava em casa, saiu, se identificou como policial e realizou a abordagem. O policial rendeu o autor do crime e quando estava o algemando levou uma rasteira, caiu e foi morto com a própria arma. Em consulta ao sistema processual do TJ MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) constam contra Osmar processos por tráfico de drogas, violência doméstica e furto. Segundo caso em três anos Esse foi o segundo caso de assassinato de policial civil em Tacuru em três anos. Em setembro de 2012, o policial civil Miguel Holsbach foi alvejado quando assistia televisão na sala de casa ao lado da mulher, uma funcionária pública municipal. Após ser atingido, o policial ainda teria tentado se esconder em um dos cômodos da residência, mas acabou não resistindo. Durante a ação criminosa a mulher do policial também acabou ferida com pelo menos quatro disparos. Ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Municipal local. Dos dois suspeitos de envolvimento no crime na época, um está preso e outro foi morto a tiros no Paraguai depois de fugir da cadeia em Eldorado.
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
17min34max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
19min34max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
17min34max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
18min34max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.