+55 (67) 3546.2571
quarta, 20 de outubro de 2021
quarta, 26 de fevereiro de 2014 - 10:15

PPS pede que PGR investigue ministro da Saúde

Um dia após a Comissão de Ética Pública da Presidência da República arquivar denúncia do PPS contra o ministro da Saúde Arthur Chioro, o partido pediu nesta terça-feira à Procuradoria Geral da República que abra um inquérito civil público para investigar se houve fraude para que o ministro assumisse o comando da pasta.

Na representação, o líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), afirma que Chioro era proprietário da empresa de consultorias Consaúde, especializada na área e prestadora de serviços para alguns municípios do Estado de São Paulo, o que evidenciaria conflito de interesses entre a atividade privada e as atribuições de ministro da Saúde. O parlamentar afirma ainda que, numa tentativa de afastar a caracterização do conflito, Chioro teria transferido suas quotas na Consaúde à sua esposa.

“Ao transferir as quotas da Consaúde para sua própria esposa ele pode ter praticado um ato de improbidade administrativa”, disse Bueno. “Na condição de ministro da Saúde, ele exerce o cargo máximo na estrutura do SUS (Sistema Único de Saúde). Como verdadeiro dono de uma empresa da área, não poderia jamais ter sido nomeado pela presidente Dilma.”

Na representação, o líder do PPS solicita ao procurador-geral da República Rodrigo Janot que, sendo confirmados os fatos, seja aberta contra o ministro uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa.
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
17min27max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
15min29max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
17min30max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
18min27max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.