+55 (67) 3546.2571
terça, 15 de junho de 2021
terça, 6 de novembro de 2012 - 09:15

Prefeitura de Três Lagoas adere à paralisação nacional

A Administração Municipal de Três Lagoas irá aderir ao dia de Paralisação Nacional dos Municípios, programado para esta quarta-feira (7) pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Nessa data, os prefeitos de todo o País irão reunir-se no auditório da sede da entidade, em Brasília, para uma assembleia geral extraordinária onde irão discutir a crise financeira e suas consequências.

A Confederação Nacional do Município informou em nota que, se o Governo Federal mantiver a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), os Municípios brasileiros continuarão registrando reflexos negativos no valor do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) que é repassado mensalmente. O FPM é constituído por parte da arrecadação do IPI e do Imposto de Renda (IR).

Em 2012, em razão da desoneração do IPI praticada pelo Governo Federal, os Municípios já deixaram de receber mais de R$ 1,5 bilhão em FPM e muitos enfrentam uma difícil crise financeira. Esse cenário tem motivado uma série de reivindicações por parte da CNM, para que o governo reponha os recursos da desoneração.

TRÊS LAGOAS

A Administração Municipal de Três Lagoas apresentou no dia 10 de novembro a Proposta Orçamentária para 2013, cumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal n°101/2000.

De acordo com apresentação, a receita do Município para 2013 é de R$ 281.692.000,00. O orçamento soma os recursos próprios, os repasses Estadual e Federal e o Fundeb.

Baseado nos aspectos da economia e na arrecadação atual da Prefeitura, a Administração Municipal apresentou uma proposta para o orçamento do ano que vem R$ 1 milhão a menos que a perspectiva de arrecadação deste ano. Em 2011, a secretaria de Finanças do Município apresentou a proposta Orçamentária para 2012 de R$282.610.000,00 sendo que a proposta para 2013 é de R$ 281.692.000,00.

“Montamos uma projeção segura economicamente. Tomamos muito cuidado para mantermos as contas em dia em Três Lagoas. Se a economia continuar como está, será este o dinheiro que teremos para administrar nossa Cidade. Hoje, a cada R$100 repassado para a Federação só R$17 voltam para o Município e isso complica a situação das cidades brasileiras. Precisamos do amparo do Governo Federal e da aprovação da Emenda Constitucional n° 29 ”, disse a prefeita Marcia Moura.

De acordo com o Decreta Municipal n° 150, na data de paralisação a Administração Municipal manterá os atendimentos básicos como Educação, Saúde e Assistência Social
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
15min29max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
15min28max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
11min27max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
16min29max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.