+55 (67) 3546.2571
segunda, 02 de agosto de 2021
sexta, 22 de maio de 2015 - 17:15

Professores rejeitam proposta do governo e decidem por greve

Professores da rede estadual de ensino rejeitaram a proposta do governo do Estado de reajuste de 4,72% e vão entrar em greve, a partir da quarta-feira (27). Os profissionais estão reunidos em assembleia-geral que acontece neste momento na sede da Fetems (Federação dos Profissionais em Educação de Mato Grosso do Sul). SAIBA MAIS Servidores insistem e querem que governo dê reajuste da inflação Sem avanços em negociações professores da rede municipal mantêm greve CCJ aprova reajuste para servidores do Judiciário Segundo o presidente da entidade, Roberto Botareli, a maioria decidiu pela greve, que será deflagrada na quarta-feira, em virtude do prazo legal que estabelece que a notificação pela paralisação deve ocorrer com 48 horas de antecedência. "Poder público tem que cumprir a lei, se nós temos que pagar IPTU, vistoria do Detran todos os anos, porque não pode ser cumprida a lei", questiona. Nesta quinta-feira (21), os profissionais da educação se reuniram nos 73 municípios que são filiados à Fetems e a maioria decidiu por paralisar as atividades. Eles vêm tentando negociação como governo desde o início do ano e maio era o prazo máximo para que governo apresentasse contraproposta e condições do pagamento de 10,98%, índice que faltava do acordo feito com a categoria – no começo do ano foram concedidos 13,1%. A decisão pela greve, no entanto, não foi unânime. Segundo o dirigente, de 15% a 20% das escolas da rede não optaram pela greve. O índice de 10,98% faz parte do parcelamento para alcançar o piso nacional para 20 horas do magistério. Eles afirmam que o profissional em MS recebe para 20 horas o piso de R$ 1,3 mil, enquanto piso nacional para mesma jornada é de R$ 1,9 mil. "É injusto não conceder o reajuste para nossa categoria, é desvalorização do profissional", afirma o presidente do sindicato que representa os profissionais administrativos, Uildes Ovando Pereira. São 362 escolas da rede estadual e 270 mil alunos Na semana passada, os profissionais foram à Assembleia Legislativa cobrar apoio dos deputados. Eles aguardavam as negociações com o governo estadual. Os professores continuam em assembleia para definir demais deliberações e trâmites legais da paralisação.
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
12min27max
AnaurilândiaDia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens.
14min29max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
11min26max
DouradosDia de sol, com nevoeiro ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
13min27max
Três LagoasDia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens.