+55 (67) 3546.2571
domingo, 19 de janeiro de 2020
bataguassu
bataguassu
quarta, 15 de janeiro de 2020 - 09:25

Ranking de promessas cumpridas é revisto e Reinaldo passa a ser terceiro

Levantamento do portal G1 mostra que o governador de MS cumpriu mais

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), está em terceiro lugar em ranking de governantes que mais cumpriram promessas no País. O dado consta de atualização de levantamento recente divulgado pelo portal de notícias G1, que havia sido divulgado no dia 3 de janeiro, com o tucano em quarto.

Na revisão, Reinaldo aparece atrás apenas dos governadores do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), e Wilson Lima (PSC), chefe do Executivo do Amazonas. A subida entre os 27 governadores ocorreu depois da revisão dos compromissos dos gestores do Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Piauí e São Paulo.

Na primeira publicação do levantamento, Reinaldo Azambuja tinha cumprido sete dos 24 compromissos assumidos. Após atualização, essa quantidade subiu para oito. A lista foi acrescida com a criação do “Programa de Reforma e Ampliação”, com implantação prevista para 2020, constando inclusive no orçamento do Governo do Estado e no Plano Plurianual 2020/2023.

Do que se trata - A ferramenta do portal G1 classifica as promessas dos políticos nas categorias: “cumpriu”, “em parte”, “não cumpriu ainda” e “não avaliada”. Dos 24 compromissos assumidos por Reinaldo Azambuja na campanha eleitoral de 2018, oito foram totalmente cumpridos (33,33%), outros oito não foram cumpridos ainda (33,33%), sete foram realizados em parte (29,16%) e um não foi avaliado (4,18%). O governador tem até 2022 para executar todas as promessas.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, tem índice de 44,1% de cumprimento das promessas e Wilson Lima de 43,9%. O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL) antes em terceiro, agora está em quarto.

O sul-mato-grossense se manteve à frente dos governantes do Ceará, Camilo Santana (31,57%); Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (30,76%); Sergipe, Belivaldo Chagas (25,92%); São Paulo, João Doria (24,32%); e Goiás, Ronaldo Caiado (23,80%)

Exemplos - Entre as promessas cumpridas por Azambuja estão a execução da reforma administrativa, que diminuiu de 10 para nove as secretarias estaduais; o crescimento do emprego formal no Estado, com 19.181 novas contratações de janeiro a novembro de 2019, conforme os dados do Ministério do Trabalho e Emprego; e a ampliação do número de escolas em tempo integral, que chegará a 42 em 2020.

Outras sete promessas foram executadas em parte – entre elas a implantação de novas unidades do Fácil; a ampliação da estrutura portuária de MS e o uso da hidrovia do Rio Paraguai (em andamento em Porto Murtinho); e a criação de 947 leitos hospitalares (até o final de 2020 a meta é entregar 648). A análise classifica as promessas nas categorias: “cumpriu”, “em parte”, “não cumpriu ainda” e “não avaliada”.

 


Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense