+55 (67) 3546.2571
sábado, 25 de setembro de 2021
terça, 10 de setembro de 2013 - 08:50

Representantes da Fibria participam de curso sobre Sistema de Comando de Incidentes

Representantes da Fibria participaram durante quatro dias do curso e treinamento de Sistema de Comando de Incidentes (SCI), realizado dentro do programa de Prevenção Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos (P2R2).

O Plano Nacional de P2R2 foi criado em 2004 com o objetivo de prevenir a ocorrência de acidentes com produtos químicos perigosos e aprimorar o sistema de preparação e resposta a emergências químicas.

Cerca de 30 pessoas, entre representantes de empresas, defesa civil, militares da polícia, corpo de bombeiros, entre outras entidades, participaram do curso, que teve como objetivo, formar e treinar uma equipe para atuar em situações de grandes incidentes. “Caso venha acontecer algum incidente, seja no centro da cidade ou nas indústrias, essa equipe estará preparada para atuar rapidamente”, explica o Major Rufato, do 5º Grupamento do Corpo de Bombeiros.

Segundo o Major, a interação das empresas com os órgãos públicos é muito importante, pois além da troca de experiências, também proporciona parcerias que poderão somar em caso de urgência.

Simulado

Para encerrar o curso, os participantes tiveram que simular o socorro a um acidente envolvendo um ônibus escolar, com 25 crianças, e um caminhão tanque carregado com produto perigoso.

Cada participante ganhou uma função e juntos, colocaram em prática o que aprenderam durante o treinamento. O grupo também discutiu o que é preciso melhorar, caso a ocorrência realmente fosse verídica.

A consultora de meio ambiente da Fibria, Lillian Carvalho, atuou como a voluntária responsável em passar informações sobre o acidente aos envolvidos e à comunidade e disse que em casos como este é necessário ser ágil e manter a calma. “Não podemos nos desesperar, pois apesar de ser um treinamento, imaginamos que era real e que o nosso trabalho faria toda a diferença para garantir a segurança daquelas pessoas”.

Ao final, os voluntários receberam um certificado de participação e conclusão do curso e reafirmaram o compromisso de auxiliar em possíveis casos de urgência. “Ninguém quer que um acidente aconteça, porém precisamos estar preparados para situações de emergência e saber como proceder para garantir a segurança da comunidade”, explica o gerente de recuperação e utilidades da Fibria, Fernando Raash Pereira.

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), esta última onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis, a Fibria trabalha com uma base florestal própria de 967 mil hectares em áreas localizadas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, dos quais 341 mil são destinados à conservação ambiental. A Fibria mantém 17.785 trabalhadores, entre empregados próprios e terceiros permanentes, incluindo Portocel, e está presente em 255 municípios de sete Estados brasileiros.



Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
19min35max
AnaurilândiaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min36max
Campo GrandeSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
19min36max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
20min35max
Três LagoasSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.