+55 (67) 3546.2571
segunda, 27 de setembro de 2021
terça, 17 de setembro de 2013 - 09:30

Rússia ainda suspeita que ataque na Síria foi uma provocação, diz chanceler

A Rússia ainda suspeita que o ataque com gás venenoso em 21 de agosto na Síria foi realizado por forças rebeldes para provocar uma intervenção estrangeira, e acha que o relatório da ONU não responde todas as perguntas sobre o ataque, disse nesta terça-feira o chanceler russo, Sergei Lavrov.

Falando após conversa com o chanceler francês, Laurent Fabius, um dia após o relatório de inspetores da ONU ter confirmado o uso do agente nervoso sarin na Síria, Lavrov adotou postura diferente da França e de outros países ocidentais, que culparam as forças do governo sírio pelo ataque.

O francês Fabius afirmou após o mesmo encontro em Moscou: "Quando você olha para a quantidade utilizada de gás sarin, os vetores, as técnicas por trás do ataque, bem como outros aspectos, parece não haver dúvida de que o regime (Assad) está por trás."

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
20min36max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
22min34max
Campo GrandeSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
20min37max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min36max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.