+55 (67) 3546.2571
domingo, 31 de maio de 2020
bataguassu
santa rita02
quinta, 21 de maio de 2020 - 10:15

Sargento da PM preso por tráfico é absolvido e vai para a reserva remunerada

Ele foi preso em flagrante há dois anos

Preso em abril de 2018 por tráfico de drogas, o 3º sargento Ercílio Alves Feitosa, da Polícia Militar, foi absolvido do crime em abril deste ano e transferido para a reserva remunerada, conforme publicação desta quinta-feira (20) do Diário Oficial. O PM foi detido em Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande, sob suspeita de ser responsável por 125 quilos de maconha encontrados em um matagal ao lado de onde estava o veículo.

Conforme a denúncia oferecida pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), no dia 24 de abril de 2018 o policial militar, que estava de folga, foi abordado em um Hyundai HB20 prata, placas de Minas Gerais, e estava acompanhado do filho. A abordagem foi feita pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e foi verificado que o documento do carro era falso.

O veículo era produto de roubo ou furto. O militar acabou detido em flagrante e os agentes ainda identificaram que o carro tinha forte cheiro de maconha vindo do porta-malas. Foram feitas buscas no milharal nas margens da estrada, perto de onde o carro foi abordado, e os policiais encontraram 125 quilos de maconha.

A partir de interceptação telefônica do militar, foi configurada a autoria no crime de tráfico de drogas, tanto dele quanto do filho. Dois anos depois, em 13 de abril de 2020, o policial foi absolvido pelo Conselho Permanente de Justiça, por maioria (3 votos a 2). A justificativa é de que não foi provada a existência do fato ou não havia provas do crime.

Poucos dias mais após a sentença, o diretor-presidente da Ageprev (Agência de Previdência Social) de Mato Grosso do Sul assinou a transferência do militar para a reserva remunerada, conforme a publicação do Diário Oficial.



Fonte: Midiamax
Veja Também
Comentários
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense