+55 (67) 3546.2571
Quarta, 23 de Agosto de 2017
bataguassu
agua clara
Quinta, 10 de Agosto de 2017 - 10:15

TERAPIA COMPLEMENTAR VAI AUXILIAR NO TRATAMENTO DE PACIENTES QUE QUEREM LARGAR O CIGARRO

Os pacientes que desejam parar de fumar e que fazem tratamento na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) José Abrão agora contam uma terapia complementar: a auriculoterapia. A novidade foi implantada no Grupo de Tabagismo da unidade e vai atender os 11 integrantes. O tratamento é exclusivo para pacientes de cada unidade onde há este tipo de serviço.

A primeira sessão do Grupo aconteceu nesta quarta-feira (08) e os pacientes foram orientados pela equipe do Núcleo de Atenção a Saúde da Família (NASF) Seminário. “A auriculoterapia tem fundamentação na medicina tradicional chinesa, que nós temos todos os pontos do organismo na orelha. Para o tabagismo, nós estamos alcançando muito sucesso no protocolo, além do acesso à medicação em casos necessários”, explicou a farmacêutica Ana Helena da Silva Gimenes, que integra os profissionais do Nasf.

A Audineia Pires de Freitas (31), fumante há 16 anos e que agora faz parte do Grupo de Tabagismo da unidade achou interessante a novidade. “Nós vamos aprendendo, também, outras terapias que podem ajudar a parar de fumar. Eu já tentei várias vezes e não consegui. Agora, acredito que vou conseguir”, disse ela.

“Na auriculoterapia são fixados adesivos com sementes de mostarda em pontos específicos na orelha. Deste modo, o paciente pode pressionar o ponto que está relacionado com terminações nervosas. Assim, alcançamos uma melhora no equilíbrio do organismo”, frisou Gimenes.

Os integrantes do Grupo de Tabagismo serão acompanhados pelos profissionais de saúde e receberão atendimento médico na UBSF. Os adesivos serão trocados a cada semana e os pacientes devem pressionar os locais aplicados ao menos 4 vezes ao dia, ou quando sentirem necessidade para aliviarem a tensão da abstinência do cigarro.

Auriculoterapia
É uma técnica originada a partir da Medicina Tradicional Chinesa que utiliza a orelha como um microssistema, ou seja, considera que no pavilhão auricular está representado todo o corpo humano. Sendo assim, ao estimular pontos específicos na orelha, produzem-se efeitos à distância. Sua aplicação é rápida, prática e de baixo custo, se mostrando uma ferramenta de grande potencial para o dia a dia das unidades de saúde.

A auriculoterapia faz parte da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PICs) do Sistema Único de Saúde (SUS). Os procedimentos são voltados à cura e prevenção de doenças.

Tabagismo
A dependência ocorre pela presença da nicotina nos produtos à base de tabaco. A dependência obriga os fumantes a inalarem mais de 4.720 substâncias tóxicas, como: monóxido de carbono, amônia, cetonas, formaldeído, acetaldeído, acroleína, além de 43 substâncias cancerígenas, sendo as principais: arsênio, níquel, benzopireno, cádmio, chumbo, resíduos de agrotóxicos e substâncias radioativas.



Fonte: Cg Noticias
Veja Também
Comentários
Netshoes Temporário
brasilandia rodape
Dengue Camara de Brasialndia