+55 (67) 3546.2571
sábado, 25 de setembro de 2021
sexta, 13 de setembro de 2013 - 15:30

Advogado diz que prisão domiciliar foi negada porque Freixes está internado

O advogado Douglas de Oliveira Santos não vai recorrer da decisão do desembargador Romero Osme Dias Lopes, da 2ª Câmara Criminal, que indeferiu a liminar no pedido de Habeas Corpus impetrado em favor do ex-prefeito de Aquidauana e deputado estadual, Raul Freixes.

Douglas explica que o pedido de prisão domiciliar foi feito antes de conseguir a internação de Raul, mas a decisão só saiu agora. Ele concorda com a decisão do desembargador e não vai recorrer, já que Raul não tem como ficar em prisão domiciliar, visto que está internado no Hospital Nosso Lar.

Douglas só vai entrar com novo pedido quando o ex-prefeito for liberado pela equipe médica para deixar o hospital. “Quando retornar vamos avaliar se ele tem condição. Se não tiver, vamos entrar com outro pedido, já que atualmente ele está sem condições”, justificou.

O advogado conta que Raul Freixes continua com o quadro bastante delicado, sofrendo com ansiedade, depressão e síndrome do pânico. Apesar das várias doenças psíquicas, o ex-prefeito segue lúcido, segundo o advogado. “Ele não está bobo da cabeça”, concluiu. Para conseguir a prisão domiciliar o advogado alegou que Raul sofre de depressão e síndrome do pânico, com possibilidade de suicídio. Segundo a defesa, a enfermidade se agravou em razão de ter sido ameaçado no interior da unidade prisional, onde permaneceu por apenas dois dias.

Freixes foi condenado à pena de quatro anos e oito meses de reclusão, em regime inicial aberto, por apropriação de bens ou rendas públicas ou desvio para proveito próprio ou alheio, acarretando inabilitação pelo prazo de cinco anos para exercício de cargo público ou função pública. Ele foi preso no dia 25 de agosto, após mandado expedido pelo juiz Albino Coimbra Neto, titular da 2ª Vara de Execução Penal, na Capital.

No dia 28 de agosto de 2013, o ex-prefeito foi levado por agentes penitenciários a uma unidade de atendimento médico, onde recebeu pronto atendimento. Desde então, encontra-se internado no Hospital Nosso Lar. Ao passar por perícia, o perito recomendou a internação pelo prazo mínimo de 30 dias, que vence no dia 28 e setembro.
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
19min35max
AnaurilândiaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min36max
Campo GrandeSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
19min36max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
20min35max
Três LagoasSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.