+55 (67) 3546.2571
terça, 13 de abril de 2021
quarta, 7 de novembro de 2012 - 11:40

André sonha com chapa Londres-Marun para nova mesa da Assembleia Legislativa

O retorno do Deputado Londres Machado (PR) como nome forte para a disputa da presidência da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa e a volta de Carlos Marun (PMDB), indicam que o ano de 2013 será dos mais tensos na Assembleia Legislativa. Além disso, o novo quadro político gerado a partir dos resultados das eleições municipais deve empurrar partidos como o PSDB para a oposição, o que reduzirá a bancada que dá sustentação ao governo do Estado.

Como a possibilidade de uma reaproximação entre Tucanos e peemedebistas parece estar cada vez mais remota, o governador André Puccinelli (PMDB) já chamou Londres para uma conversa. O resultado disso foi o retorno do parlamentar com mais força para conduzir a sucessão na Mesa Diretora.

A chapa considerada ideal pelo governador André para o seu projeto de refortalecimento político seria Londres Machado na presidência e Carlos Marun como primeiro secretário. Além de manter o controle da Casa, André enfraqueceria o novo oposicionista, o PSDB, que perderia Rinaldo Modesto que, por sua vez, com o retorno de Marun, voltaria a ser suplente.

A entrada em cena do experiente deputado Londres Machado aliado a André Puccinelli pode dar mais peso à Assembleia Legislativa para as articulações com vistas a 2014. Um assessor do governador admitiu que um possível retorno de Londres à presidência do Legislativo equilibraria o jogo, pois o PMDB e, consequentemente, André Puccinelli, estaria ficando muito isolado, especialmente depois que perdeu a Prefeitura da Capital.

Da eleição de 2012 surgiram nomes diferentes para a disputa de 2014. Nomes como Reinaldo Azambuja (PSDB) e até mesmo o prefeito reeleito de Dourados Murilo Zauith (PSB), que já se somam a Delcídio Amaral (PT), Nelsinho Trad (PMDB) e Simone Tebet (PMDB) já vinham sendo citados para concorrer ao Governo. Um dos mais entusiasmados como essa possibilidade é o deputado Onevan de Matos (PSDB), que tem batido de frente com o PMDB e, não raramente, tem enfrentado os peemedebistas. Mas, dentro do PMDB existem parlamentares que até já declararam simpatia pelo nome do Senador para a disputa do Governo, entre eles o atual presidente do Legisltivo, Jerson Domingos (PMDB).

Jerson ainda não decidiu se irá tentar mais um mandato como presidente, até porque correm informações de que ele tem como desejo ir para o Tribunal de Contas no início de 2014. Caso se confirme a saída de Jerson da disputa, já surgem nomes querendo concorrer ao cargo entre eles, Junior Mochi (PMDB), Paulo Correa (PR), Antonio Carlos Arroyo (PR) e até mesmo o polêmico Marquinhos Trad (PMDB).



Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
23min32max
AnaurilândiaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
21min33max
Campo GrandeSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
22min32max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
24min32max
Três LagoasSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.