+55 (67) 3546.2571
sexta, 17 de setembro de 2021
terça, 10 de setembro de 2013 - 11:25

Delcidio discute prioridades para atender infraestrutura nos assentamentos de MS

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) se reuniu nesta segunda-feira, 9 de setembro, na sede da Superintendência do Incra, em Campo Grande, com dirigentes de órgãos federais e representantes dos movimentos sociais ( MST, Fetagri e CUT) para discutir um plano integrado que permita melhorar a infraestrutura e garantir a produçao, através do estímulo a agricultura familiar, nos assentamentos de Mato Grosso do Sul.

“São 170 assentamentos onde vivem hoje cerca de 30 mil famílias que têm toda condição de se sustentar desde que sejam oferecidas condições para isso. O mercado consumidor para os produtos que vêm dos assentamentos está totalmente aberto. O que a agricultura familiar produzir vende”, argumentou o superintendente do Incra, Celso Cestari, anfitrião do encontro. “Antes de tudo temos que garantir três coisas básicas aos assentados : estradas internas, água e casas, e para isso estamos buscando parcerias com quem estiver disposto a nos ajudar, a bancada de deputados federais e senadores em Brasília, as universidades, prefeituras e os órgãos dos governos federal e estadual”, explicou Cestari. Também estiveram presentes ao encontro o deputado federal Vander Loubet (PT/MS) e os superintendentes da Conab, Antonio Dotta, do Ministério da Pesca, Luiz David Figueiró e da Funasa, Pedro Teruel, e técnicos dos ministérios da Saúde e Reforma Agrária. Além dos 170 assentamentos existentes, um novo será implantado até o final do ano, o que totaliza 171 projetos de reforma agrária em Mato Grosso do Sul.

Delcídio considerou a reunião extremamente produtiva.

“Conseguimos reunir as lideranças dos movimentos sociais e os dirigentes dos principais órgãos que têm relação com os assentamentos para traçar uma estratégia que permita atender as principais reivindicaçoes dos assentamentos. Vamos mobilizar a bancada federal em Brasília e nos reunir com o ministro Pepe Vargas ( Reforma Agrária) para discutir essas reivindicações e atendê-las a curto, médio e longo prazo, dentro de uma escala de prioridades. O que é mais importante agora ? Levar água onde ela não existe ? Construir casas ? Instalar energia ? Recuperar as estradas ? Enfim, vamos definir o que se pode fazer até o final do ano e garantir, através de emendas ao Orçamento Geral da União , o que será feito em 2014 e nos anos seguintes”, propôs Delcídio.

O senador pediu que o Incra centralize e filtre as reivindicações para dar agilidade ao processo.

“Vamos definir o que se precisa com urgência, quanto custa e de onde virão os recursos. Aí a gente corre atrás nos Ministérios da Reforma Agrária, Fazenda , Planejamento e na Presidência da República. Paralelamente, se estabelece o que cobraremos para acontecer no médio e longo prazos. Mas não podemos ampliar demais o leque. Temos que ter foco. É pão pão, queijo queijo”, advertiu Delcídio.

O parlamentar pediu que as reivindicações sejam definidas rapidamente.

“Marcaremos um encontro com o ministro Pepe Vargas para apresentar os pleitos de Mato Grosso do Sul antes da reunião que o ministro terá com a direção nacional do MST, dia 18, em Brasília. Levaremos também os pedidos ao Secretário Geral da Presidência da República , Gilberto Carvalho, que visitará o Assentamento Itamaraty provavelmente até o final de setembro. Ele é um homem ligado aos movimentos sociais e bastante sensível a isso ”, afirmou.

Delcidio acredita que os assentamentos de Mato Grosso do Sul têm tudo para ser extremamente produtivos.

“A agricultura familiar dá certo em praticamente todos os países. O Brasil não pode ser uma exceção. Não tenho dúvida que, se garantirmos a infraestrutura necessária – água, luz, casas e estradas em boas condições – e oferecermos assistência técnica, os assentados cumprirão seu papel, produzindo em quantidade suficiente para abastecer o mercado consumidor com alimentos de boa qualidade”, previu o senador.
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
20min38max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
21min35max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
20min36max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
21min38max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.