+55 (67) 3546.2571
domingo, 13 de junho de 2021
segunda, 12 de novembro de 2012 - 14:45

Delcídio e Reinaldo afirmam que são ‘boas as chances’ de PT e PSDB se unirem em 2014

Apesar da rivalidade em nível nacional, o senador Delcídio do Amaral (PT) e o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmaram que são “boas as chances” de PT e PSDB se unirem em Mato Grosso do Sul nas eleições de 2014. A aliança confirmaria Delcídio na corrida pela sucessão do governador André Puccinelli (PMDB) e Reinaldo disputaria vaga de senador.

“As chances são boas”, disse o tucano sobre a parceria das duas legendas. “Temos o máximo de interesse em repetir a aliança que deu certo no segundo turno das eleições em Campo Grande”, reforçou Delcídio, fazendo menção à união de PP, PT, PSDB, PMN, PPS e PV para eleger Alcides Bernal (PP) prefeito da Capital.

Questionado sobre como conciliar os interesses nacionais aos estaduais, o senador ponderou que “em política nada é intransponível” e Reinaldo lembrou alianças já efetivadas nas eleições deste ano tanto em Mato Grosso do Sul quanto em outros estados. “Caminhamos juntos em Inocência, Brasilândia e Figueirão”, exemplificou.

Na esfera federal, PT e PSDB devem se confrontar na corrida pela sucessão presidencial. Dilma Rousseff (PT) concorrerá à reeleição em provável confronto com o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

MS, 'pouco peso'

A disputa, no entanto, não deverá forçar caminhos distintos dos partidos em Mato Grosso do Sul. Isso porque as lideranças nacionais estão conscientes do pouco peso do Estado no contexto nacional. Do total dos eleitores brasileiros, Mato Grosso do Sul representa pouco mais de 1,2%.

Dessa forma, os caciques nacionais indicam fazer “vista grossa” a aliança por analisar mais vantajoso eleger mais um governador do lado petista e ampliar o número de senadores, do lado tucano.

Nos bastidores, políticos sul-mato-grossenses falam abertamente da “dobradinha” Delcídio com Reinaldo, principalmente, por vislumbrarem nela a chance de acabar com a hegemonia política do PMDB no Estado. PT há anos é rival número um dos peemedebistas e, em 2012, a disputa em Campo Grande abriu feridas grandes na relação de PSDB com PMDB.

Os próprios governistas falam que o relacionamento com os tucanos se “deteriorou” muito e dificilmente será possível restabelecer o “casamento” nas próximas eleições.

Reviravolta

Reinaldo, porém, não descarta a possibilidade de o PMDB tentar reproduzir aliança nacional com o PT em Mato Grosso do Sul. Neste cenário, ele cogita sua candidatura ao posto de governador.

Delcídio, por sua vez, reforçou que “vamos fazer um esforço para repetir a aliança que funcionou bem” em Campo Grande. Para finalizar, o senador adotou a cautela ao ressaltar ter “muito tempo” até 2014.
Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
12min28max
AnaurilândiaSol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.
11min25max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
10min24max
DouradosSol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.
13min28max
Três LagoasSol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.