+55 (67) 3546.2571
quinta, 29 de julho de 2021
sexta, 9 de novembro de 2012 - 09:00

Jocelito Krug aconselha cautela aos prefeitos eleitos

O presidente da Assomasul, Jocelito Krug (PMDB), abriu nesta quinta-feira (8) o seminário sobre “transição de mandato” aconselhando os prefeitos eleitos a terem cautela e paciência no primeiro ano de administração assim que assumir os cargos em janeiro.

O seminário foi destinado também aos atuais prefeitos e vices, vereadores em exercício e eleitos, além de secretários, procuradores, assessores jurídicos e membros do controle interno.

Krug advertiu aos futuros prefeitos para que deixem de lado a euforia e a empolgação, sobretudo, esqueçam o clima de campanha, principalmente aqueles que têm ameaçado seus adversários políticos derrotados nas últimas eleições, alegando a necessidade de se fazer uma auditoria na prefeitura assim que assumir.

“A campanha eleitoral já passou, agora o momento é de responsabilidade, é bom deixar a ideia de fazer auditoria, se for o caso, a partir de janeiro. Acho que se vocês tiverem respeito agora, com certeza, serão respeitados daqui a quatro anos quando deixarem os cargos”, sugeriu.

Na iminência de cumprir seu segundo mandato consecutivo como prefeito da cidade de Chapadão do Sul, Krug alertou que geralmente é preciso um ano inteiro para que os novos gestores possam conhecer os macetes de uma administração.

“São muitos funcionários que vocês precisam conhecer, qual a função de cada um, são muitas leis que devem ser cumpridas, então, tenham paciência porque o primeiro ano é de muito trabalho e planejamento”, acrescentou.

A Assomasul, segundo ele, distribuirá aos futuros gestores públicos, “o guia da administração pública municipal relativo às providências para o último ano de mandato”.

O presidente da Assomasul aproveitou a oportunidade para fazer uma síntese da situação das prefeituras nesse momento de fechamento de contas, lembrando que atualmente os atuais prefeitos estão se mobilizando a fim de conseguir dinheiro extra do governo federal devido a queda da receita do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

Por conta disso, 68 prefeituras fecharam as portas na quarta-feira (7) em sinal de protesto contra as medidas econômicas do governo federal que isentou a indústria automobilística do pagamento do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e acabou reduzindo os repasses do FPM.

Krug reforçou em seu discurso lembrando que a Assomasul participará de nova mobilização em Brasília na próxima terça-feira (13), quando os prefeitos vão cobrar do governo federal uma compensação financeira pelas perdas das transferências constitucionais registradas de junho até agora.

POCONÉ

O presidente da Assomasul convidou a todos a participar do seminário ‘Novos Gestores’ que ocorrerá nos dias 4 e 5 na cidade de Poconé (MT), envolvendo prefeitos eleitos de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia, cujo evento é organizado pela CNM (Confederação Nacional de Municípios).

Veja Também
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
3min20max
AnaurilândiaDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min16max
Campo GrandeDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min16max
DouradosDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.
4min20max
Três LagoasDia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.