+55 (67) 3546.2571
segunda, 12 de abril de 2021
agua clara
sábado, 3 de novembro de 2012 - 11:27

Adolescente é baleado na cabeça após troca de tiros com a PM

Um adolescente de 17 anos foi baleado na cabeça após troca de tiros com policiais militares, em Campo Grande. Ele e comparsas estavam em uma caminhonete furtada horas antes no Jardim São Bento.

O menino foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado à Santa Casa. O resto da quadrilha foi preso e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Furto – Por volta das 22h de ontem, o dono da caminhonete Hillux chegou em casa na rua Rodolfo José Pinho. Como ele teria que comprar remédios para a esposa, deixou o veículo em frente à residência. Aproximadamente uma hora depois, ao sair para ir à farmácia percebeu que a Hillux havia sido furtada.

A esposa dele conversou com o Campo Grande News e pediu para não ser identificada. Ela relatou que logo que percebeu o crime ligou para a Polícia Militar e foi à delegacia registrar boletim de ocorrência. Na casa há câmeras de segurança, mas elas estavam desligadas.

Perseguição – Por volta das 00h30 policiais militares do 9º Batalhão do Nova Lima encontraram a caminhonete no bairro José Tavares. Eles iniciaram perseguição.

De acordo com os policiais, os ocupantes do veículo passaram a atirar contra a viatura. Após trocar tiros, eles conseguiram abordar o veículo quando estavam na rua João de Paulo Ribeiro, no bairro Campo Novo. 

Os policiais perceberam que o adolescente havia sido atingido por um disparo e chamaram o Corpo de Bombeiros. Com ele estavam dois revolveres calibre 38. Uma arma estava com as seis municções intactas e a outra estava com três intactas e três deflagradas. Os comparsas disseram saber apenas que o menino é conhecido como “bebê”.

Foram presos: João Alessandro Rodrigues Pereira, de 23 anos, Jhenison da Silva Maciel, 20 anos, e Adélia Aparecida Alves, de 34 anos. Todos têm passagem pela Polícia.

João estava foragido do sistema prisional onde cumpria pena por homicídio e assumiu que um revolver era dele. Jhenison tem passagens por homicídio, formação de quadrilha, porte ilegal de arma e furto. Adélia tem passagem por ameaça.

À Polícia Jhenison disse que o adolescente pagou R$ 200 para outra pessoa, que ainda não foi identificada, furtar a caminhonete. De acordo com ele, a quadrilha buscou o veículo no bairro Tarsila do Amaral e iriam guardar para vender depois.
Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
23min38max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
22min34max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
21min33max
DouradosSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
24min38max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.