+55 (67) 3546.2571
terça, 15 de junho de 2021
brasilandia
quinta, 1 de novembro de 2012 - 11:30

Estelionatário preso tinha pelo menos seis identidades falsas, diz Polícia

Preso na noite dessa quarta-feira, em Campo Grande, o estelionatário Lino Regis Pereira da Silva, 40 anos, foi autuado em flagrante por uso de documento falso. A Polícia descobriu que ele tinha pelo menos 6 identidades falsificadas. A esposa dele, o filho e o sobrinho de 15 anos foram detidos pela PM (Polícia Militar) e acabaram liberados por não caracterizar situação de flagrante.

Lino Regis era foragido pelo crime de estelionato e denúncia levou a PM (Polícia Militar) até o local onde ele estava, uma conveniência no Jardim Marajoara.

O homem apresentou carteira de identidade e os policiais desconfiaram que fosse falso. Ao verificar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do rapaz, foi constatado que o documento apresentado por Lino Pereira não era verdadeiro e que contra ele havia mandado de prisão em aberto.

De acordo com a Polícia Civil, Lino Pereira usava dois documentos: um verdadeiro de 2003 e outro com dados falsos, de 2009. À imprensa, ele disse que todo material apreendido é dele, que a família não tem relação com o caso e que só irá falar mais sobre isso em juízo.

Após tentar enganar os policiais com RG falso e dizer que era padrasto do jovem de 19 anos, Lino Pereira informou endereço da casa dele errado. Ele levou os militares até o Jardim Canguru, cujo moradores da residência indicada por ele afirmaram não conhece-lo.

Diante da situação, o estelionatário falou que havia mentido e disse o endereço correto e, na casa dele, no Jardim Colibri,foram apreendidos diversos materiais e também o sobrinho dele, de 15 anos, e a esposa, Adelaide Petrovitch, 54 anos.

De acordo com a PM, no quarto de Lino Pereira, dentro de uma mala, foram apreendidos 47 lâminas de documento de identidade sem preenchimento, diversos CPFs, títulos eleitorais, papéis para confecção de holerites, CNHs, 80 cartões de bancos, pen drives, carimbos, folhas de cheque, Carteira de Trabalho, computador com programa Corel Draw e diversos modelos de cheques, duas impressoras, plastificadora, cortador de papel e máquina de cartão de crédito.

Também foram encontrados mais seis RG’s falsos de Lino Pereira, com os seguintes nomes: Jurandir Dionizio, Vilson Braga Klos, Josevaldo Pereira Santos, nome Lino Regis Martins Avila, Sidney Santos de Oliveira Soares e Lino Almeida e ainda o original.

Foi apreendido ainda uma reservista do Exército Brasileiro em nome de nome Lino Regis Achar da Silva.

Depois da constatação do estelionato, Lino Pereira, conforme a PM, confessou que vendia documentos falsos por R$ 100. Os policiais verificaram que a conta bancária de Lino Petrovitch – o filho – era utilizada para movimentar o dinheiro recebido.

Comentários
Imagem da semanaSinted pede aulas remotas e vacinação dos profissionais da educaçãoTodas as imagens
EnqueteQuem vai ser o Campeão da Copa do Brasil?
Resultados
42,86%
Santos
21,43%
Grêmio
21,43%
São Paulo
14,29%
Fluminense
15min29max
AnaurilândiaSol com algumas nuvens. Não chove.
15min28max
Campo GrandeSol com algumas nuvens. Não chove.
11min27max
DouradosSol com algumas nuvens. Não chove.
16min29max
Três LagoasSol com algumas nuvens. Não chove.