(67) 99869-0605
sexta, 19 de julho de 2024
Trânsito | segunda, 1 de fevereiro de 2016 - 08:50

Mototaxista morre após colisão com táxi em cruzamento sem sinalização

Taxista foi levado para UPA em estado de choque

Um mototaxista identificado como Hugo Luiz, de 42 anos, morreu após colisão com um táxi de placas HTT-9967, na Vila Almeida, por volta das 14h20 deste domingo (31). Hugo guiava a motocicleta na Rua Arisoli Ribeiro quando foi colhido pelo táxi, que vinha na Rua Constantinopla. Informações preliminares apontam que o mototaxista foi arremessado por vários metros e bateu a cabeça no meio-fio. Uma ambulância do Samu prestou socorros, mas Hugo não resistiu.

 

Segundo testemunhas que não quiseram se identificar, Hugo estava com o capacete erguido, guiando com uma mão só e bebia cerveja. Com o impacto, o capacete voou.

Ângelo Benites Mussi, 56, que é pai do proprietário do táxi, confirmou à reportagem que o taxista, uma rapaz de 29 anos que trabalha para o dono do veículo, foi levado em estado de choque para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida, que fica nas proximidades. "Tanto ele como a passageira que estava no táxi disseram que o rapaz estava em alta velocidade", declarou. No veículo não houve feridos.

Um morador do bairro que afirma conhecer a vítima, Felipe Avalos, de 59 anos, afirmou Hugo conhecia bem as vias do local e que a preferência é de quem vem pela Rua Arisoli Ribeiro. Ele também destacou que a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) sempre coloca a placa de sinalização, mas que depois de três meses ela é furtada ou vandalizada.

Segundo os relatos de mototaxistas que estão no local, Hugo não estava em serviço no momento da colisão. Ele trabalhava num ponto de mototáxi na Avenida Júlio de Castilhos. A PM isolou a área e aguarda a chegada da perícia.



Fonte: midiamax
Comentários