(67) 99869-0605
segunda, 17 de junho de 2024
Trânsito | segunda, 1 de fevereiro de 2016 - 09:55

Perícia indicará se motorista teve ou não culpa em acidente que matou mototaxista

Caso será investigado na Depac Centro

Ficará a cargo dos laudos periciais a condução das investigações do acidente que vitimou, no início da tarde deste domingo (31), o mototaxista Hugo Luiz, de 42 anos, na Vila Almeida. As informações são do delegado João Eduardo Santana Davanço, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Segundo Davanço,os laudos policiais vão apurar o excesso de velocidade do mototaxista e se o motorista do táxi teve culpa no acidente. "Mas, já é fato que a vítima estava na preferencial, independente da velocidade e de não haver sinalização. Só os laudos poderão apontar que rumos a investigação seguirá", afirmou o delegado.

A princípio, o caso será registrado como homicídio culposo (sem intenção de matar) na direção de veículo automotor e será investigado na Depac Centro. Mas, caso a culpa do taxista seja comprovada, a tipificação penal mudará para homicídio doloso, ou seja, com intenção de matar.

Uma conhecida da família de Hugo que não quis se identificar afirmou que a vítima não tinha esposa ou filhos, sendo apenas ele e a mãe. Uma adolescente que afirma ter visto o acidente segundos depois da colisão disse que o capacete estava, sim, fechado, mas que voou com o impacto. Ao ser arremessado, Hugo teria chocado o crânio contra o muro, e não no meio-fio. Os para-médicos do Samu tentaram reanimá-lo, mas Hugo faleceu no local

Entenda o caso

Hugo Luiz morreu após colisão com o táxi de placas HTT-9967, na Vila Almeida, por volta das 14h20 deste domingo (31). Ele guiava a motocicleta na Rua Arisoli Ribeiro quando foi colhido pelo táxi, que vinha na Rua Constantinopla. Segundo testemunhas que não quiseram se identificar, Hugo estava com o capacete erguido, guiando com uma mão só e bebia cerveja. Com o impacto, o capacete voou.

O motorista do táxi, identificado apenas como um rapaz de 29 anos, foi levado em estado de choque para a UPA Vila Almeida, que fica nas proximidades. Tanto ele como a passageira que estava no táxi afirmaram que a moto estava em alta velocidade.



Fonte: midiamax
Comentários