(67) 99869-0605
segunda, 17 de junho de 2024
Agronegocio | terça, 2 de fevereiro de 2016 - 17:10

Preço do boi gordo atinge R$ 135/@ em MS, com queda de 1% frente 2015

O preço do boi gordo em Mato Grosso do Sul registrou uma média de R$ 135,39 no mês de janeiro deste ano. A cotação anota queda de 1% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a arroba do boi gordo registrou uma média de R$ 136,8. Os dados sobre o mercado da bovinocultura de corte foram apresentados no último Informativo Casa Rural, desenvolvido pelo Departamento de Economia do Sistema Famasul - Federação da Agricultura e Pecuária de MS.
 
 Para a gestora do Departamento de Economia do Sistema Famasul, Adriana Mascarenhas, uma das justificativas para que os preços deste ano estejam abaixo do nível de 2015 é a retração do consumo interno ocasionado pelo atual momento econômico do País. "Os consumidores estão optando por uma proteína com valor mais acessível, com isso, os preços caíram em relação ao mesmo período do ano passado", saliente Adriana.
 
 Apesar da redução, o preço do boi gordo contabilizado em janeiro supera em 2,3% a média vista em dezembro de 2015, quando o produto foi vendido a uma média de R$ 132,28 a arroba. "Em dezembro, tradicionalmente a demanda aumentou devido às festas do final de ano e da entrada do 13º no orçamento familiar", explica a economista.
 
 A projeção, na avaliação da especialista, é que os preços do setor apresentem uma ligeira recuperação no curtíssimo prazo. "A coincidência de termos agora em fevereiro, um feriado prolongado com o início do mês, período em que geralmente as pessoas recebem o salário, elevam as compras de carne bovina. Como a crise deve se manter ao longo do ano, a manutenção do preço se dará pela oferta. Considerando que o mercado internacional deve aumentar as negociações, o prognóstico é positivo".
 
 A estimativa positiva das exportações é justificada pela perspectiva da alta do dólar no decorrer de 2016. "O câmbio nos favorece nas exportações porque deixa a carne bovina mais competitiva. Entretanto, ao mesmo tempo, compromete os custos de produção, uma vez que parte dos nossos insumos é importada".
 
 Além do câmbio, os anúncios da reabertura do mercado para a China  e para a Arábia Saudita e o acordo firmado com os Estados Unidos vem animando o setor. "Os pactos celebrados no final de 2015 devem ser concretizados em 2016, contribuindo para uma possível estabilidade nos preços do boi gordo, considerando o aumento das vendas externas".
 
 Vaca Gorda - Em janeiro deste ano, a cotação da vaca gorda anotou média de R$ 129,82 a arroba, com alta de 1,8% frente dezembro de 2015 (R$ 127,51/@), entretanto, em relação ao mesmo intervalo de 2015, quando a fêmea era vendida a R$ 127,93/@, o aumento verificado foi de 1,5%. Clique em http://zip.net/bjsN9c e acesse o relatório na íntegra. 


Fonte: Msnoticiasnews
Comentários