(67) 99869-0605
sexta, 19 de julho de 2024
Cotidiano | quarta, 3 de fevereiro de 2016 - 10:00

Com morte registrada, Corumbá concentra maioria das notificações de influenza

Homem morreu com gripe H1N1 no dia 18 de janeiro

Corumbá, cidade a 444 quilômetros de Campo Grande, já registrou uma morte e 14 notificações de influenza, num total de 15 notificações em todo o Estado. O primeiro boletim epidemiológico da doença, considerando os três tipos de vírus de maior circulação (Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B) foi divulgado na terça-feira (2), pela SES (Secretaria Estadual de Saúde). 

Conforme o boletim, além de Corumbá, houve uma notificação em Campo Grande de Influenza A H1N1, porém ainda não há confirmação. No ano passado, cinco mortes por Influenza A H1N1 e dois por Influenza B.

A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal estar. O maior gravidade da infecção pelo vírus influenza são as complicações como pneumonias, dificuldades respiratórias que podem levar à internação e até mesmo ao óbito. O tratamento pode ser prescrito tanto por médicos do SUS (Sistema Único de Saúde) como particulares.

Morte

Um homem, que não teve a identidade revelada, morreu por conta da dengue no dia 19 de janeiro, em Corumbá. De acordo com familiares, o rapaz estava com os sintomas desde o dia 10.



Fonte: midiamax
Comentários