(67) 99869-0605
segunda, 17 de junho de 2024
cotidiano | terça, 2 de fevereiro de 2016 - 14:50

Sem pagamento funcionários de hospital paralisação serviços

Enfermeiros e profissionais de serviços gerais estão em greve

Sem receber há quase dois meses, enfermeiros e funcionários de limpeza e manutenção da Associação Beneficente de Rio Brilhante, distante 158 quilômetros de Campo Grande, cruzaram os braços. Os profissionais esperam o pagamento referente ao mês de dezembro de 2015.

De acordo com o diretor financeiro do Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), Sebastian Rojas, no setor de enfermagem, 50% da categoria permanece nos atendimentos de urgência e emergência. Já os demais setores contam com 30% dos profissionais.

A paralisação teve início nessa segunda-feira (1º). Nesta terça-feira (2), no segundo dia de paralisação, os profissionais fizeram uma passeata pelas ruas da cidade e depois se reuniram na frente da Associação Beneficente. Cerca de 70 trabalhadores participaram da manifestação.

O diretor financeiro do Siems afirma que os profissionais decidiram paralisar o serviço depois que a administração do hospital descumpriu acordo firmado com a categoria durante uma reunião realizada no dia 20 de janeiro.

"De acordo com o acordo que fizemos os salário seria depositado no dia 26, mas eles não cumpriram e não deram nenhuma devolutiva para os trabalhadores", explica.

Rojas afirma que nesta manhã, o promotor do Ministério Público do Trabalho, Paulo Douglas, esteve na Associação Beneficente para discutir o assunto, mas segundo ele, até o momento, não houve nenhum posicionamento por parte da administração do hospital. 

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax tentou falar com os responsáveis pela administração do Hospital, no entanto, não conseguiu contato.



Fonte: midiamax
Comentários