(67) 99869-0605
sábado, 02 de março de 2024
quarta, 31 de outubro de 2012 - 10:40

Galo precisa vencer para ver Flu de perto

O foco do confronto entre Atlético-MG e Flamengo, que ocorre nesta quarta-feira, às 21h50, no Independência, não será o reencontro entre o Rubro-Negro e Ronaldinho. Desta vez, diferentemente do duelo no primeiro turno, os holofotes estarão voltados para a importância do próprio jogo, que é válido pela 33ª rodada do Brasileirão. A Band transmite o jogo ao vivo. Acompanhe lance a lance no band.com.br.

Com nove pontos de distância para o Fluminense, o Galo se vê obrigado a vencer, para não deixar o Tricolor carioca com a mão na taça. Já o clube da Gávea, que está a sete pontos da zona da degola, precisa do triunfo para rechaçar qualquer chance de queda para a Série B.

Com o combustível de ter um novo encontro entre Ronaldinho e o Flamengo e querer dar o troco da pressão que o Galo sofreu no duelo do primeiro turno, a torcida atleticana pretende, mais uma vez, lotar a arena mineira. Apenas os ingressos corporativos estão a venda e a expectativa é de que a Massa possa bater o recorde de público no novo Independência (que é de 20.418 pagantes).

Em relação à equipe alvinegra, apenas Junior Cesar não poderá continuar no time titular - por conta de seu contrato com o Flamengo e também por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Richarlyson irá ocupar o lugar deixado pelo camisa 6.

No ataque, Guilherme continuará como titular, ao lado de Bernard, Ronaldinho e Jô. Restando seis partidas para o Atlético encerrar a sua participação, a vitória se torna essencial para que a desvantagem em relação ao líder Fluminense volte a ser de seis pontos. Caso empata, o Galo ficará oito pontos atrás do Flu, restando 15 pontos para serem disputados.

Precisando da vitória para, enfim, ter tranquilidade no Campeonato Brasileiro, o Flamengo tem usado o primeiro confronto contra o Atlético-MG como referência para o jogo desta quarta-feira. Único homem de criação do time, já que Dorival escalará Amaral, Ibson e Renato no setor, Cleber Santana explicou o motivo de o elenco rubro-negro usar o duelo do primeiro turno como exemplo.

“Fizemos uma grande partida no primeiro turno, pegando forte na equipe deles, não deixamos o adversário jogar. Fomos em busca da vitória o tempo todo, a determinação foi o ponto forte da equipe diante do Galo. Antes de todos os jogos, o Dorival Júnior fala que essa partida é um espelho”, comentou o meia.

Além do desfalque de Cáceres, que ainda sente dores no quadril e sequer viajou com o elenco rubro-negro para Belo Horizonte, o treinador do Flamengo não poderá contar também com Léo Moura, que possivelmente entraria no lugar do volante paraguaio. Com isso, o técnico se viu obrigado a escalar Ibson.


Veja Também
Comentários