(67) 99869-0605
domingo, 26 de maio de 2024
segunda, 9 de setembro de 2013 - 11:10

Tóquio vai sediar Olimpíada de 2020

Tóquio já era a favorita dos apostadores. Finanças sólidas, boa organização e a localização dos complexos esportivos em uma área compacta foram os principais atrativos apresentados pelas autoridades japonesas aos integrantes do COI.

A campanha de Tóquio sofreu, no entanto, alguns reveses. Só recentemente a proposta ganhou apoio dos japoneses, segundo pesquisas de opinião.

O acidente nuclear na usina de Fukushima era outra preocupação. O chefe da delegação de Tóquio, Tsunekazu Takeda, passou a maior parte do último mês garantindo que o vazamento nuclear está sob controle.

Falando em Buenos Aires na quarta-feira, Takeda disse: "O nível de radiação é absolutamente seguro. As 35 milhões de pessoas em Tóquio estão vivendo em condições normais. Não há qualquer problema..."

Madri e Istambul

Em Madri, uma pequena multidão esperava o resultado do anúncio na Puerta de Alcalá, tradicional reduto de manifestações na capital espanhola.

Com a economia fragilizada, a Espanha tentou vender a candidatura de Madri com o fato de que 80% dos complexos olímpicos já estão construídos.

A Turquia viu a candidatura de Istambul perder força durante os protestos convocados pelas redes sociais no início do ano.

A localização geográfica, no encontro de dois continentes, foi usada pelo governo turco para promover a candidatura de Istambul.
Veja Também
Comentários