(67) 99869-0605
segunda, 17 de junho de 2024
Mato Grosso do Sul | segunda, 20 de maio de 2024 - 11:21

Avião decola de MS com 3 mil medicamentos para auxiliar crianças vítimas das enchentes no RS

A ação foi realizada por médicos e empresários de Mato Grosso do Sul, com a parceria das empresas da Aviax Aviação Agrícola e o Instituto Alma Pantaneira/Médicos do Pantanal (IAP-MDP).
Chegada dos medicamentos feitos em parcerias com a Aviax Aviação Agrícola e o Instituto Alma Pantaneira/Médicos do Pantanal.  Foto: ReproduçãoChegada dos medicamentos feitos em parcerias com a Aviax Aviação Agrícola e o Instituto Alma Pantaneira/Médicos do Pantanal. Foto: Reprodução

 

Um avião, com cerca de 3 mil medicamentos, com destino para o Rio Grande do Sul, decolou na manhã deste sábado (18), em Campo Grande, para auxiliar as crianças vítimas das enchentes no estado. A ação foi realizada por médicos e empresários de Mato Grosso do Sul. Veja o vídeo acima.

Segundo a médica pediatra, Jéssica Nogueira de Matos, foram arrecadadas remédios como antibióticos, anti-inflamatórios, suplementos alimentares, bombas de asma e pomadas de assadura, que servem para o tratamento de condições como leptospirose, diarreia, infecções virais das vias aéreas superiores, além de sintomáticos e vitaminas.

A ação foi idealizada pela pediatra, que tem uma colega médica no Rio Grande do Sul. A campanha iniciou em Água Clara, região leste do estado, com familiares e amigos próximos de Jéssica e, tomou grandes proporções.

O empresário Emerson Belaus, dono de uma empresa de aviação executiva, ofereceu uma aeronave para o transporte dos medicamentos. "A partir dai, a coisa tomou uma proporção muito grande, que chegou o ponto de não caber tudo em um único voo", conta Emerson. Veja o vídeo abaixo das cargas.

--:--/--:--

A decolagem deste sábado é o segundo voo para transportar os medicamentos de clínicas e hospitais do estado. Os medicamentos pediátricos chegaram por volta de 12h25, no aeroporto de Viamão. As equipes do hospital de campanha de Canoas já retiraram o material. Inicialmente, a previsão era de pousar na base área de Canoas, mas o aeroporto restringiu pousos de aeronaves de pequeno porte.



Fonte: Rafaela Palieraqui*, Felipe Ribeiro, Ninfa Ribeiro, g1 MS e TV Morena
Veja Também
Comentários