(67) 99869-0605
quinta, 18 de abril de 2024
quinta, 24 de maio de 2018 - 10:50

Bloqueio continua e atinge produção da 2ª maior indústria de Dourados

Postos amanheceram lotados e muitos já estão sem gasolina

Com três pontos de bloqueio na BR-163, a cidade de Dourados, a 233 km de Campo Grande, começou a sentir os efeitos da greve nacional dos caminhoneiros contra o alto preço do óleo diesel. Ainda na noite de ontem (23), os douradenses lotaram os postos para encher o tanque temendo falta de combustíveis. Alguns postos ficaram sem gasolina e fecharam mais cedo.

Nesta quinta-feira, as filas nos postos continuam. Muitos trabalhadores acordaram mais cedo e foram para frente dos postos, esperar a abertura para completar o tanque. O preço, que há estava acima de R$ 4,50 no início da semana, chegou a R$ 5,00.

A greve dos caminhoneiros já afetou a produção da segunda maior indústria de Dourados, a BRF Foods. Com quase dois mil funcionários, o abatedouro é um dos principais exportadores de frango do país.

Em comunicado divulgado no final da tarde de ontem, a BRF anunciou que já havia paralisado as atividades em Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina e que hoje suspende o funcionamento em Dourados e nas indústrias instaladas em Minas Gerais, Goiás e Rio Grande do Sul.

Combustíveis – Nesta quinta-feira, o Procon de Dourados vai fiscalizar os postos de combustíveis da cidade para saber se houve aumento abusivo de preços em decorrência da greve dos caminhoneiros.

A fiscalização foi solicitada pelo Ministério Público diante da suspeita de abuso de preços, já que a gasolina, por exemplo, estava sendo vendida até por R$ 3,79 na semana passada e nesta semana chega aos R$ 5,00.



Fonte: Campo Grande News
Veja Também
Comentários