(67) 99869-0605
sábado, 20 de abril de 2024
segunda, 5 de maio de 2014 - 15:35

Imagens mostram interior da casa onde jovem foi encontrada esquartejada em Joinville

Imagens do interior da casa onde a jovem Mara Tayana Decker, de 19 anos, foi esquartejada mostram que o crime foi cometido com requintes de crueldade. Ela foi encontrada em uma casa abandonada na cidade de Joinville, Santa Catarina, na tarde de sábado (3). Segundo a polícia, ela estava desaparecida desde quinta-feira (1°).

O corpo foi localizado depois que a mãe do suspeito do crime, um agente de segurança, procurou a polícia falando que o filho confessou o homicídio e indicou onde o cadáver estava. No entanto, ele ainda não foi preso. Até a noite de domingo (4) a polícia fazia busca para prendê-lo.

Segundo a polícia, Mara esteve com amigos na madrugada de quinta-feira em uma boate e foi embora em um táxi com o suspeito para dividir o valor da corrida.

Ele seria segurança da boate onde Mara estava com os amigos e ainda não há qualquer pista da motivação para o crime. A família da jovem não soube explicar se ela já o conhecia.

A mãe do suspeito relatou apenas que o filho levou a vítima para casa dele, onde esquartejou a jovem, e depois fugiu para Itajaí.

O suspeito morava em Joinville e levou Mara para casa, onde cometeu o crime, depois jogou o cadáver em outra casa abandonada.

Pela cena do crime, a polícia afirmou que a jovem foi morta por enforcamento.

O corpo de Mara foi sepultado na tarde de domingo sob forte emoção dos familiares.

A polícia realiza novas buscas pelo suspeito nesta segunda-feira.
Veja Também
Comentários